NOTA – BRUMADINHO

Três anos depois de Mariana, o rompimento da Barragem de Brumadinho (MG) torna-se o maior desastre humano e ambiental do país.

Segundo a Companhia Vale do Rio Doce já são 354 pessoas oficialmente declaradas desaparecidas e 7 mortos.

Os danos ambientais para a região são enormes, visto que os metais pesados se sedimentam no solo e contaminam o lençol freático.

Uma força tarefa precisa ser criada para garantir o apoio a estas famílias e todas as comunidades do entorno.

Outra iniciativa precisa ser realizada para impedir que a contaminação chegue à Furnas e ao Rio São Francisco e é necessário estudar formas de retirada da lama e descontaminação da região.

Em paralelo, precisamos de uma atuação integrada do legislativo, executivo e de representantes da indústria mineradora para pensar em formas de garantir a segurança das mais de 24.092* barragens que temos no país. Sendo 3.543 já classificadas em categoria de risco e 5.459 classificadas como dano potencial (Fonte: Relatório de Segurança de Barragens [ANA]).

Garantir o cumprimento da lei de licenciamento, fiscalizar intensivamente e readequar as análises de risco são medidas essenciais que precisam ser tomadas. Para isso precisamos fortalecer os órgãos de fiscalização, garantindo a sua efetiva atuação com equipes que conheçam as novas tecnologias de segurança e com infraestrutura que permita que este trabalho seja realizado.

Licenciamento e fiscalização precisam deixar de ser tratados como barreira ao desenvolvimento e ser reconhecidos como medidas para a garantia da segurança ambiental e social.

Neste momento é imperativo nos unirmos para apoiar a população de Brumadinho. Esta é a prioridade!

Mas temos, enquanto lideranças públicas, que nos empenhar para que não tenhamos nunca mais tragédias dessa natureza.

Senador Alessandro Vieira

*Colaboração do voluntário: Ramiro Ferreira, Acredito/Sergipe

CONVITE – ATO DE FILIAÇÃO DE LIDERANÇAS

O Partido PPS realiza evento onde serão homologadas as fichas de filiação de lideranças da REDE em Sergipe, dentre eles o senador eleito Delegado Alessandro Vieira, os deputados estaduais eleitos Georgeo Passos e Kitty Lima, e o ex-vereador por Aracaju, Dr. Emerson. O ato acontece nesta quarta-feira, 19 de dezembro, a partir das 20h, no auditório da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas).

No final de novembro/2018, a Rede Sustentabilidade em Sergipe já havia divulgado nota para informar que por conta do não atendimento à chamada cláusula de barreira, o partido passaria a sofrer severas restrições a partir de 2019, reduzindo expressivamente sua capacidade de atuação. Por esse motivo, o Elo Nacional da REDE passou a debater alternativas para o futuro, dentre elas a perspectiva de fusão com o PPS.

O grupo que integra a REDE em Sergipe decidiu antecipar o processo, para que, dessa forma, possa colaborar na construção de uma nova via política no Brasil e em Sergipe, baseada na defesa intransigente do combate à corrupção, na independência perante o Executivo e no respeito aos direitos individuais.

O PPS demonstrou estar disposto a ser totalmente reformulado para abrigar o desejo de renovação política. A Executiva Nacional do PPS já iniciou os debates para implementação da mudança de nome do partido e novos estatutos.

SERVIÇO

O quê: Ato de filiação de lideranças da REDE em Sergipe no PPS

Quando: Quarta-feira, 19 de dezembro, às 20h

Onde: CDL Aracaju – Rua Santa Luzia, 571 – Bairro São José, Aracaju – SE

Talentos do Congresso: Alessandro Vieira abre processo seletivo para seu gabinete

O senador eleito Delegado Alessandro Vieira inova quando o assunto é política, e lança nesta quinta-feira, 06 de dezembro, o programa Talentos do Congresso, um processo seletivo público para preenchimento de vagas no gabinete do Senado, em Brasília, no escritório de Sergipe, em Aracaju, e no gabinete compartilhado Acredito, também localizado em Brasília. O lançamento oficial do site para inscrição no processo seletivo foi feito durante uma Live nas redes sociais do futuro parlamentar. As inscrições devem ser realizadas pelo site talentoscongresso.com

Dessa forma, o senador eleito pretende garantir transparência, economia e o melhor serviço possível prestado para o cidadão. “A Fundação Estudar e o Legisla serão nossos parceiros para processar a seleção e é possível disputar vagas nos times dos parlamentares vinculados ao Movimento Acredito e também no gabinete compartilhado”, afirmou.

Este formato é uma inovação que o Movimento Acredito está trazendo para o legislativo federal. Ao invés de terem apenas gabinetes separados, os parlamentares Alessandro Vieira, Tabata Amaral (PDT-SP) e Felipe Rigoni (PSB-ES) compartilharão o time e o espaço físico.

“Será um “co-working” no Congresso. Nossa “startup política” fará trabalhos como análise de dados, apoio jurídico e fiscalização, além de assessoramento legislativo. Três diferentes partidos, três diferentes estados, Câmara e Senado. É renovação na prática e alta qualidade técnica a serviço da sociedade”, garantiu o senador eleito.

Com essa atuação transparente e inovadora, só no Senado Federal, a economia gerada será de aproximadamente 4,5 milhões de reais ao longo do mandato, sem prejuízo para a eficiência.

SERVIÇO

O que: Lançamento do processo seletivo Talentos do Congresso

Quando: Quinta-feira, 06 de dezembro, às 20h

Onde: Nas redes sociais do senador eleito Alessandro Vieira

Senador eleito, Delegado Alessandro participa de audiência na CCJ sobre combate à corrupção

A passagem do Dia Internacional de Combate à Corrupção, no dia 09 de dezembro, foi registrada no Senado Federal numa audiência pública da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), que ocorreu nesta terça-feira, 4. Senador eleito por Sergipe, Delegado Alessandro Vieira participou da reunião realizada por requisição do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e presidida pela senadora Ana Amélia (PP-RS). Para o futuro parlamentar, o combate à corrupção é prioridade do seu mandato.

“Transformar o combate à corrupção em uma política de Estado, baseada em legislação que garanta instituições fortes e independentes, é um passo indispensável para que o Brasil seja finalmente um país mais justo e desenvolvido. É a corrupção que drena recursos da saúde, educação e segurança pública, gerando o estado de caos e abandono em que nos encontramos. Logo no início dos trabalhos legislativos, tomando por base as propostas trazidas pela Transparência Internacional e Fundação Getúlio Vargas, vamos apresentar um conjunto de projetos de lei e de emendas constitucionais neste sentido”, destacou Alessandro Vieira.

Alessandro Vieira foi o único parlamentar eleito por Sergipe que se comprometeu com a agenda de combate à corrupção proposta pela Transparência Internacional. O pacote das Novas Medidas Contra A Corrupção é formado por 70 propostas legislativas (projetos de lei, propostas de emenda constitucional e resoluções), e já é considerado o maior pacote anticorrupção do mundo.

A audiência pública contou com a presença do coordenador do Programa Brasil da organização não governamental Transparência Internacional, Bruno Brandão; do CEO da SmartGov, Daniel Lança; da pesquisadora na área de políticas públicas de enfrentamento à corrupção, Isabel Veloso de Oliveira; e da Secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da CGU, Cláudia Taya.

Dia Internacional de Combate à Corrupção

A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) a partir da assinatura da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, em 2005, para promover a conscientização para o combate a este tipo de crime. A luta contra a corrupção é parte integrante da Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030. Ela clama por reduções substanciais da corrupção, como parte dos esforços para construir sociedades pacíficas e inclusivas no âmbito do Objectivo 16.

Delegado Alessandro Vieira participa de ciclo de palestras “Conhecendo o Senado, em Brasília

O senador eleito Delegado Alessandro Vieira está em Brasília participando do ciclo de palestras “Conhecendo o Senado”, que acontece até a próxima sexta-feira, 30, no ILB – Instituto Legislativo Brasileiro. O evento tem por objetivo apresentar informações e passar orientações gerais sobre o funcionamento do Senado Federal para os senadores eleitos e assessores. “É uma ação importante para garantir que os novos parlamentares possam atuar com efetividade já no início do mandato. Servidores de todos os setores do Senado estão passando as rotinas e sistemas, e antecipando cadastros para acelerar este processo de adaptação”.

Delegado Alessandro, “é possível termos um caminho de diálogo e de independência”

O senador eleito Delegado Alessandro Vieira tem prezado pela transparência e pelas boas práticas políticas. Na quinta-feira, 22, o futuro parlamentar retornou de Brasília, onde estava trabalhando para acelerar o processo de montagem de equipe, definição de espaço político e montagem de bloco no Senado Federal. À noite, já em Aracaju, fez uma Live pelas redes sociais para atualizar os eleitores sobre sua atuação.

Na última terça-feira, 20, foi confirmada a fusão dos partidos REDE e PPS em Sergipe. Em Nota Pública divulgada, foi informado que o REDE não atingiu a cláusula de desempenho, chamada cláusula de barreira. Quando um partido não atinge essa cláusula, ele sofre uma série de punições e fica inviabilizado de competir de verdade nas eleições seguintes.

“Como nós defendemos uma renovação de verdade no Brasil e em Sergipe, não podemos limitar nossa atuação. Precisamos ter condições de fazer com que nos 75 municípios sergipanos a população tenha bons candidatos e candidatas nas eleições de 2020. Por conta disso, o REDE vem fazendo debates buscando soluções, e a mais clara é a fusão com o PPS”, esclareceu.

Nesse sentido, o partido REDE em Sergipe decidiu antecipar o movimento e fazer a migração para o PPS. “Fechamos esse acordo nacionalmente, atendendo um pedido feito pelo Roberto Freire, presidente nacional do PPS”. O senador eleito informou que o PPS vai passar por um profundo processo de reformulação e será transformado num novo partido em janeiro de 2019, com um novo nome e um novo estatuto, e “está de portas abertas para receber os movimentos de renovação, se apresentando como uma nova alternativa de partido mais de centro, que vai ter condições de fazer esse enfrentamento. Em Sergipe esse movimento já está consolidado, nacionalmente será discutido pelo REDE em janeiro”, afirmou.

Desempenho

A atuação do senador eleito mostra seu trabalho para ter condições de ocupar cada vez mais espaços políticos dentro do Congresso Nacional, e assim ter mais força, espaço de fala, e condições de trazer recursos para o estado de Sergipe, além de enfrentar as bandeiras que ele levantou durante a campanha, de segurança pública e combate à corrupção.

“Acelerando esse movimento de fusão entre os partidos aqui em Sergipe, a gente já começa a consolidar algumas coisas boas. Por exemplo, agora nós teremos na Assembleia Legislativa de Sergipe quatro bons deputados estaduais com condições de ter uma postura independente e de fiscalização junto ao governo do estado” destacou Alessandro Vieira.

Processo Seletivo

O senador eleito afirmou que está finalizando um edital para lançar um Processo Seletivo nacional, em conjunto com a deputada federal eleita por São Paulo, Tabata Amaral, para contratação da equipe de gabinete. “O processo será público, e todos poderão acompanhar quem serão os contratados, de onde são, qual o currículo e salário deles, tudo de forma transparente”, acrescentou.

Brasília

De acordo com o Delegado Alessandro, está sendo montado um bloco partidário, onde terão de 15 a 20 senadores agrupados dentro de uma sintonia de centro e de independência. “A função desse bloco será de disputar espaço dentro do Senado Federal, e evitar retrocessos do ponto de vista do combate à corrupção e da modernização da política. Além disso teremos uma sinalização de que é possível termos um caminho de diálogo e independência.”, destacou.

O senador eleito disse que está montando uma sequência de projetos vinculados à segurança pública, ao combate à corrupção, à mudança e regulamentação dos cargos comissionados e à inovação e modernização da administração pública.

NOTA PÚBLICA

NOTA PÚBLICA

 

Como é de conhecimento geral, por conta do não atendimento à chamada cláusula de barreira, a REDE passará a sofrer severas restrições a partir de 2019, com uma redução expressiva na sua capacidade de atuação.

Por esta razão, o Elo Nacional passou a debater alternativas para o futuro, resumidas à perspectiva de fusão com o PPS, partido disposto a ser totalmente reformulado para abrigar o desejo de renovação política, ou à manutenção da REDE em condições mínimas.

Diante deste cenário, o grupo que integra o partido em Sergipe e que carrega a responsabilidade de ter recebido uma votação expressiva nas eleições, decidiu antecipar a sua tomada de decisão.
Será feita uma filiação em bloco no PPS, para que se possa colaborar na construção de uma nova via política no Brasil e em Sergipe, baseada na defesa intransigente do combate à corrupção, na independência perante o Executivo e no respeito aos direitos individuais.

O novo grupo já nasce forte, com quadros altamente respeitados no estado, diversos vereadores, 4 Deputados Estaduais, 1 Senador e principalmente uma militância aguerrida.

É preciso construir novos caminhos para Sergipe. Vamos fazer isto juntos.

Coordenadores:

Emerson Ferreira

Luis Fernando Carvalho

Clarissa França

Núzia Campos

Magno Correia

Iara Cortez

Marcos Lima

Maikon Oliveira

Parlamentares:

Alessandro Vieira

Georgeo Passos

Kitty Lima

Américo de Deus

Adriano Santana

Filiados:

Ricardo Lima

Henrique Rocha

Elisângela Bonifácio

Flávio Cardoso

Wendel Oliveira

Thiago Roberto

Fabrício Cardoso

Gisele Késsia

Fábio Mangueira

Edcláudio Ferreira

Carlos Magno

Lourival Oliveira

Eduardo Oliveira

Wendel dos Santos

Isaías Silva

Aclécio Aragão

Gilson dos Santos

Pedro Vilanova

Senador eleito Delegado Alessandro visita prefeito de Itabaiana

O senador eleito Delegado Alessandro Veira esteve na manhã desta sexta-feira, 19, visitando o município de Itabaiana. Neste ato foi recepcionado pelo prefeito Valmir de Francisquinho que apresentou ao novo parlamentar projetos importantes que estão sendo desenvolvidos na cidade. O gestor municipal agradeceu a presença do senador no município e parabenizou o delegado Alessandro pela vitória na eleição. “Os sergipanos deram uma importante resposta nas urnas’, destacou Valmir.

O prefeito de Itabaiana apresentou projetos executados na cidade, que incluem obras de esgotamento sanitário, construção de praças, escolas e pavimentação. “Na minha administração toda a cidade de Itabaiana, da sede aos povoados, está crescendo e se desenvolvendo. O futuro senador será um parlamentar fundamental para que esse crescimento continue. Agradeço a abertura e disposição do delegado Alessandro. Agora é trabalhar para os sergipanos”, afirmou.

O senador eleito vem mostrando uma lógica de trabalho muito diferente da política tradicional. Uma semana após sair vitorioso das urnas, o futuro parlamentar já iniciou uma série de reuniões com prefeitos da Grande Aracaju, e agora no agreste sergipano, sentando com os gestores municipais para identificar os projetos mais importantes e garantir apoio para o bom andamento dos mesmos.

“É a forma mais rápida de beneficiar a população. Estamos estruturando as consultas públicas e as conversas com os cidadãos, mas já ganhamos tempo analisando o que está em tramitação, através do contato com os prefeitos. Itabaiana é muito importante no cenário estadual, é natural que seja uma das primeiras cidades a ser visitada, mas já adianto que vamos visitar todas as cidades nas próximas semanas”, informou Alessandro Vieira.

Delegado Alessandro avaliou a rodada de conversas com os prefeitos como muito positiva. “Abrimos um canal de diálogo transparente. Não tenho restrição quanto a partidos ou grupos políticos. O trabalho deve ser focado no interesse do cidadão. A campanha para o senado já acabou. É hora de trabalhar”, ressaltou.

Delegado Alessandro visita prefeitos da Barra dos Coqueiros e de Nossa Sra. do Socorro

Cumprindo agenda de reuniões com prefeitos da Grande Aracaju, nesta quarta-feira, 18, o senador eleito Alessandro Vieira participou de encontro com o prefeito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins. O parlamentar eleito foi acompanhado pelo futuro chefe de gabinete em Sergipe, Hebert Pereira.

Na ocasião, o grupo conversou sobre o desenvolvimento do município e projetos já em andamento. O prefeito Airton agradeceu a visita e elogiou o delegado Alessandro pelo desempenho nas eleições. “O Alessandro Vieira está de parabéns pela vitória, espero que ele continue seu trabalho com honestidade e dignidade como sempre fez, e que possa contribuir para a continuidade das ações da prefeitura”, afirmou Airton Martins.

O senador eleito agradeceu a abertura e parabenizou o prefeito Airton pela forma como tem conduzido a administração municipal, pagando os servidores em dia. Em uma segunda agenda, Alessandro Vieira participou de reunião com o prefeito Padre Inaldo, na cidade vizinha de Nossa Senhora do Socorro. Na oportunidade, também parabenizou o prefeito por pagar os servidores em dia.

O gestor municipal agradeceu a disponibilidade do novo senador. “É com grande satisfação que recebo o senador eleito delegado Alessandro Viera. Espero tê-lo como parceiro de Socorro. Temos projetos precisando de recursos nas áreas de saneamento básico e moradia popular, por exemplo. E o senador será uma ponte para que a nossa cidade avance cada vez mais”, pontou o prefeito de Nossa Sra. do Socorro.

Chefe de gabinete do futuro senador em Sergipe, Hebert Pereira vê com entusiasmo esse início de atuação do Delegado Alessandro, pois mesmo sem iniciar oficialmente o mandato vem buscando já realizar atividades típicas de um senador em pleno mandato parlamentar.

Além de buscar agradecer suas bases e finalizar o processo de prestação de contas de sua campanha, percebe-se claramente a vontade do Delegado Alessandro de contribuir efetivamente com a melhoria da vida dos sergipanos e começa isso de uma maneira muito republicana, que é se inteirando dos principais projetos em curso de cada cidade, que visem melhorar a vida das pessoas e se colocando a disposição para apoiar independente da cor partidária dos gestores municipais”, destacou Hebert. Na sexta-feira, 19, a agenda continua com reuniões com os prefeitos de Itabaiana, Valmir de Francisquinho e de Campo do Brito, Marcell Souza.

Nota sobre 2° turno da eleição presidencial

É chegado o momento de me manifestar com relação ao segundo turno da eleição presidencial. Agradeço em primeiro lugar às centenas de pessoas que entraram em contato com a genuína preocupação em “me preservar”, sugerindo a adoção de uma postura de “neutralidade” no processo para evitar a contrariedade de parcela expressiva do eleitorado. Aponto também as dezenas de mensagens que tinham o objetivo legítimo de induzir apoio para seu candidato de preferência. Tudo isso faz parte do jogo democrático.

Não acredito em lideranças que se omitem nas horas mais difíceis. A comodidade da dita “neutralidade”, palavra da moda, não raro esconde covardia e oportunismo. É preciso ter transparência e responsabilidade, mais ainda quando se carrega a missão de representar Sergipe, confiada por mais de 470 mil eleitores.

As alternativas que restaram na disputa, Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), estão muito distantes do ideal que projeto para a ocupação do mais importante cargo da República.

Acredito, inclusive, que os dois projetos representam por motivos distintos um risco considerável para democracia brasileira. As respectivas campanhas, baseadas no “nós contra eles” e na desinformação do eleitor com a massificação de fake news, são indutoras de um clima de confronto não de ideias, mas de pessoas.

Jair Bolsonaro, ao longo da sua carreira política, acumulou dezenas de manifestações de caráter preconceituoso e ofensivo para grupos sociais específicos e por consequência para todos os cidadãos cientes da importância essencial do respeito aos direitos individuais abrigados na Constituição Federal. Essa postura acaba validando, de forma consciente ou não, a ação dos diversos grupos de ódio latentes em qualquer sociedade. É perceptível o baixo apreço ao diálogo e conciliação, características básicas de uma liderança democrática.

Por outro lado, o projeto materializado na figura de Fernando Haddad também representa uma ameaça cristalina para a normalidade democrática. Primeiro porque o próprio candidato nada mais é que representante de uma cúpula partidária já reconhecida e condenada como Organização Criminosa. Não existe ilusão neste ponto, Haddad é um candidato à presidência que recebe ordens de uma cela em Curitiba.

Os ataques verbais de Bolsonaro aos valores democráticos são evidentes e graves, mas não menos notórios são os ataques concretos da Organização Criminosa à democracia. A corrupção eleitoral gigantesca aplicada na eleição de 2014 é um ataque ao processo eleitoral, somado ao emprego das fake news em proporção inédita. As práticas apontadas no mensalão e na Lava-jato demonstram um ataque escancarado ao processo legislativo e à moralidade administrativa. O desrespeito ao Judiciário é igualmente flagrante, marcado pelo confronto político contra decisões judiciais e pela busca da quebra institucional dos órgãos responsáveis pelo combate à corrupção.

Como disse no início, os dois projetos são extremamente problemáticos. Mas foram esses dois projetos que chegaram à etapa final da eleição.

Não vou votar em Fernando Haddad. Não farei campanha e não tenho a menor intenção de convencer nenhum eleitor no sentido de acompanhar minha decisão. É um voto para evitar o retorno ao poder de uma Organização Criminosa, que tem como objetivo essencial acabar com a Lava-jato e todas as perspectivas de combate à corrupção. É um voto para virar uma página triste da história.

O longo processo de conversa com eleitores, familiares e parceiros da renovação política me fez perceber com clareza o risco do uso da minha credibilidade para validar manifestações de ódio, como infelizmente já está ocorrendo na internet. É preciso preservar a capacidade de diálogo com os extremos. Por esta razão vou limitar a minha declaração pública de voto a uma rejeição absoluta a qualquer possibilidade de retorno ao poder de uma Organização Criminosa.

É evidente que existe um risco nesta escolha. Como disse, é um voto absolutamente realista dentro das alternativas disponíveis. Estarei a todo tempo, na condição de Senador da República, na luta pela manutenção da democracia e dos direitos dos grupos mais vulneráveis, na mesma medida em que estarei na frente de batalha pelo combate à corrupção e pela modernização do Estado.

Aceito com tranquilidade as críticas, que certamente virão em torrente. Respeito a opinião de todos, mesmo aquelas manifestadas com a falta de equilíbrio típica dos apaixonados.

Não sou dono da verdade, nem quero ser. Não sou dono da vontade dos eleitores, nem quero ser.

Quero ser sempre um cidadão transparente e objetivo nas minhas posições, que hoje precisam ser públicas por conta do cargo que me foi conferido pelos eleitores.

Acredito na construção de um Brasil mais justo para todos, baseado no diálogo e no respeito. Vou trabalhar para isso. Enfrentar a polarização crescente sem medo e com equilíbrio é parte importante nesse resgate indispensável de uma sociedade fraterna e tolerante.

Convido a todos que têm os mesmos objetivos que se juntem nessa caminhada, muito mais importante que uma vitória eleitoral momentânea.

Vamos reconstruir o Brasil!”

Senador eleito Delegado Alessandro Vieira

Alessandro Vieira reforça seu compromisso com o desenvolvimento dos municípios sergipanos

O senador eleito, Delegado Alessandro Vieira deu início, nesta quarta-feira, 17, a uma série de reuniões com prefeitos de cidades sergipanas. O objetivo é estreitar os laços e conhecer as demandas e projetos em andamento. O primeiro encontro foi com o prefeito da capital Aracaju, Edvaldo Nogueira.

Na reunião, o gestor municipal apresentou os projetos que estão sendo desenvolvidos em Aracaju e expôs a necessidade de recursos federais para a execução destas ações em benefício da cidade. Alessandro Vieira se colocou à disposição do município.

“Fiquei muito feliz e agradecido pela visita do senador eleito Alessandro Vieira. Eu já havia telefonado para ele para parabenizá-lo pela vitória, e ele posteriormente entrou em contato para solicitar esta reunião. Foi uma conversa muito produtiva. Passada a eleição para o Senado, o palanque está desfeito e vamos nos unir para trabalhar em benefício de Aracaju. Esta tem sido a minha posição desde que assumi a gestão municipal”, afirmou Edvaldo.

Para Alessandro Vieira, a reunião com o prefeito de Aracaju foi “uma oportunidade para estreitar laços, no sentido de beneficiar diretamente o aracajuano”. “A campanha política já está ficando para trás e o importante agora é o trabalho sério para viabilizar recursos e as medidas que são urgentes para que a gente tenha a capital do Estado funcionando a pleno vapor, independente de qualquer bandeira partidária”, disse ele, que ainda ressaltou que dará “tratamento prioritário em Brasília aos projetos e emendas para Aracaju”.

Neste primeiro encontro, Edvaldo e Alessandro estabeleceram que novas reuniões ocorrerão para que o futuro parlamentar possa se inteirar, com profundidade, dos projetos da administração e assim pleitear recursos junto ao governo federal para a cidade.

São Cristóvão

À tarde, o senador eleito visitou a cidade histórica de São Cristóvão, onde participou de reunião com o prefeito Marcos Santana. Na oportunidade, o delegado Alessandro reafirmou seu compromisso com o desenvolvimento de todos os municípios sergipanos.

Para o prefeito de São Cristóvão, é preocupante a situação que o Brasil estará a partir do próximo ano. “Independente do candidato que for eleito, do ponto de vista da política econômica terá que dar um freio, e isso tem repercussão direta nos municípios, já que nós vivemos em um país que tem uma política de distribuição de arrecadação totalmente equivocada e injusta. O senador eleito Alessandro Vieira terá um papel importante de tentar incluir essa discussão na pauta”, destacou Marcos Santana.

*Com informações da Agência Aracaju de Notícias e fotos de Ana Lícia Menezes/PMA

Senador eleito, Delegado Alessandro anuncia reuniões com prefeitos sergipanos

Depois da bela campanha para o Senado feita com poucos recursos, mas com muita honestidade, transparência e coragem, e da histórica vitória em primeiro lugar com 25,95% e mais de 474 mil votos, o senador eleito por Sergipe, Delegado Alessandro Vieira inicia uma série de reuniões com prefeitos de cidades sergipanas para conhecer ainda mais de perto a situação de cada município.

Nesta quarta-feira, 17, as reuniões serão com os prefeitos de Aracaju, Edvaldo Nogueira, e de São Cristóvão, Marcos Santana. Em seguida, na quinta-feira, 18, as conversas serão com os prefeitos da Barra dos Coqueiros, Airton Martins, e de Nossa Senhora do Socorro, Padre Inaldo. E na sexta-feira, 19, as reuniões serão com os prefeitos de Itabaiana, Valmir de Francisquinho e de Campo do Brito, Marcell Souza.

“A campanha para o senado já acabou, e eu sou muito grato por toda a trajetória até aqui. Fui o candidato mais bem votado em 30 dos 75 municípios sergipanos, e minha vitória representou uma virada de página na história política do Estado. Agora é hora de conhecer as demandas e projetos prioritários para os municípios e trabalhar muito para retribuir a confiança dos cidadãos sergipanos”, afirma Alessandro Vieira.

O senador eleito destacou ainda a importância de uma das partes do trabalho dos senadores ao destinar recursos para os municípios por meios de emendas ao Orçamento da União. Por isso, o planejamento de reuniões prevê encontros com todos os prefeitos sergipanos. “Me coloco à disposição, pois quero representar e defender o Estado do Sergipe com compromisso e ética”.

Delegado Alessandro 181 mostra força e cumpre intensa agenda de campanha no interior

Na reta final da campanha para o Senado de Sergipe, o delegado Alessandro 181 cumpriu intensa agenda no interior do estado, visando principalmente agradecer à população pelo apoio e incentivo que vem recebendo. Na quinta-feira, 04 de outubro, o candidato ao Senado por Sergipe visitou as cidades de Siriri, Nossa Senhora das Dores e Capela.

O delegado Alessandro 181 teve a oportunidade de encontrar muita gente que reconhece a sua atuação como delegado de polícia há 17 anos, e sabe do seu intenso trabalho de combate à corrupção. “Quando as pessoas conhecem o delegado Alessandro e podem comparar com os adversários, a escolha para representante de Sergipe no Senado fica facilitada. A escolha pelas boas práticas políticas, pela transparência, honestidade, renovação, e combate à corrupção. Em todas as cidades tenho uma recepção muito positiva e espero que seja transformada em um resultado positivo também nas urnas”, ressaltou o delegado Alessandro Vieira.

Em campanha, delegado Alessandro visita o Sertão sergipano

Candidato ao Senado Federal representando Sergipe, o delegado Alessandro 181 visitou o Sertão em agenda de campanha na terça-feira, 2 de outubro. Ao lado de apoiadores e voluntários de campanha, o delegado Alessandro visitou a feira-livre de Porto da Folha, onde conversou com a população e recebeu o carinho e apoio dos cidadãos.

“É muito importante esse contato pessoal com o cidadão. É quando eu mais percebo que a nossa campanha está bem, que o cidadão comum está recebendo a mensagem, que a força dos voluntários faz chegar nossa palavra a qualquer lugar do estado de Sergipe. Os sergipanos sabem que votar no delegado Alessandro 181 para o Senado é escolher a renovação, o combate à corrupção, a boa política”, afirmou o delegado Alessandro.

Após a visita à feira, o candidato ao Senado concedeu entrevista na Rádio Rio FM 89.1 de Porto da Folha, onde expôs suas propostas para transformar e melhorar a educação, saúde e segurança dos sergipanos. Em seguida, recebeu o apoio de voluntários de campanha e moradores do município de Itabi.

 

Delegado Alessandro 181 recebe apoio de líderes evangélicos

Sob intenso ataque de adversários ligados à velha política, o candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 encontrou um porto seguro no apoio do segmento evangélico. Na noite de segunda-feira, 01 de outubro, pastores de todas as instituições evangélicas ligadas à Federação de Igrejas Evangélicas de Sergipe (FIESE) indicaram apoio ao delegado Alessandro Vieira 181 para representar Sergipe no Senado Federal.

A Federação das Igrejas Evangélicas (FIESE) e a Igreja Nova Dimensão, na pessoa do Apóstolo José Evangelista declaram apoio e voto ao delegado Alessandro para o Senado. “A FIESE tem convicção na candidatura do delegado Alessandro para o Senado, pois ele representa a lisura, o combate à corrupção e o melhor para Sergipe. Nós escolhemos apoiar o delegado Alessandro porque a ficha dele é limpa, sem nenhum registro de má conduta ou de corrupção, e respalda o apoio da Federação das Igrejas Evangélicas de Sergipe, pois representa o bom político, o cidadão de bem que entrou para a política para fazer o bem”, afirmou Bispo Franco, secretário geral da FIESE.

O delegado Alessandro Vieira é cristão, católico por formação. Para o candidato, o apoio da Federação das Igrejas Evangélicas de Sergipe (FIESE) é um reconhecimento ao seu caráter e sua conduta como homem e profissional. “Esse apoio é um reconhecimento à minha história de vida, como pai de família e profissional da Segurança Pública, e ajuda muito a levar a mensagem da verdadeira renovação para todas as casas de Sergipe”.

A identificação do eleitorado evangélico e das igrejas pelo delegado Alessandro 181 se deve ao posicionamento dele, de forma clara, em defesa da família e dos valores cristãos.

Delegado Alessandro 181 participa de panfletagem em Umbaúba

Na manhã desta sexta-feira, 28 de setembro, o candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 concedeu entrevista na Rádio Xodó AM 1520 de Tobias Barreto, no Programa Jornal da Xodó 1ª Edição. O delegado Alessandro 181 falou sobre suas propostas, principalmente no tocante à segurança pública, visto que Tobias Barreto é um município fronteiriço.

Em seguida, o candidato ao Senado se reuniu com apoiadores no município de Umbaúba, onde foi realizada uma panfletagem no centro comercial da cidade. Sempre muito bem recebido, o delegado Alessandro 181 levou a mensagem de esperança de que é possível mudar a forma como é feita a política em Sergipe.

Delegado Alessandro 181 recebe apoio do prefeito de Cristinápolis e de produtores rurais do sul do Estado

Diversos produtores rurais do sul do Estado de Sergipe reuniram trabalhadores e lideranças políticas para declararem apoio à candidatura do delegado Alessandro Vieira 181 ao Senado. O ato aconteceu nesta quinta-feira, 27 de setembro, na zona rural do município de Cristinápolis e contou com a presença do prefeito Du de Juca, da vice Nega da Gente, e de vereadores e empresários do município. Durante o encontro, os produtores rurais leram a “Carta de Cristinápolis”, documento contendo demandas e necessidades da classe.

Para o produtor rural Martinho Bravo, ter um senador como o delegado Alessandro Vieira significa que o Estado de Sergipe terá como representante no Senado um homem de caráter e que zela pela coisa pública. “Você conhece um homem por sua história, e hoje nós temos aqui diante de nós uma pessoa de ficha limpa, que não é um político tradicional, não veio de família de políticos, mas sempre teve respeito pela coisa pública. É uma pessoa como eu e você, que exercia com excelência sua função de funcionário público como delegado de polícia e foi perseguido por isso. Aí encontrou um eco junto da sociedade, de uma necessidade de pessoas sérias para ocupar os cargos políticos, e hoje está colocando seu nome à disposição dos sergipanos para fazer a diferença”, destaca Bravo.

Em sua fala o prefeito de Cristinápolis, Du de Juca, ressaltou a importância do voto de cada cidadão para que exista uma verdadeira mudança para melhor no Brasil. “Agora é a hora. Nós estamos a poucos dias da eleição, onde nós vamos decidir o destino do nosso país, do nosso Estado, e do nosso município. É por isso que eu estou aqui dizendo SIM ao delegado Alessandro 181 para senador de Sergipe. Um homem de ficha limpa, com uma história de trabalho de credibilidade, e nós precisamos dar esse voto de confiança a ele”, afirmou.

O candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira encerrou o ato de apoio agradecendo a oportunidade e reforçando seu compromisso com a melhoria da vida de todos os sergipanos. “A manifestação de apoio de produtores rurais do sul do estado é muito importante. No campo temos a oportunidade de gerar empregos e produzir riqueza. A adesão do prefeito Du de Juca, da vice-prefeita Nega da Gente e dos vereadores da cidade de Cristinápolis também são importantes para consolidar a candidatura do 181 no rumo da vitória”.

Fotos: Victor Fontes

Candidato ao Senado, Delegado Alessandro 181 faz agenda de campanha no Agreste sergipano e recebe apoios em Macambira

A agenda de campanha do candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 nesta segunda-feira, 24 de setembro, foi no Agreste sergipano. O dia teve início em Itabaiana com uma entrevista na Rádio Princesa da Serra AM 830, no Programa Radiografia, apresentado por Rusvel Santana. “A velha política concentrou todos os recursos e o tempo de propaganda, mas através das entrevistas nas rádios, das redes sociais e do diálogo direto com os eleitores estamos superando essas barreiras. O sentimento de uma campanha limpa e transparente é muito claro e contagia as pessoas. Vamos fazer a mudança que Sergipe precisa”, destaca o delegado Alessandro.

Em seguida o candidato ao Senado esteve ao lado de apoiadores visitando a feira livre de Macambira. Na oportunidade o delegado Alessandro pôde pedir o voto a cada popular levando suas propostas olho no olho com a comunidade macambirense. Ainda em Macambira o candidato Alessandro contou com o apoio oficial do presidente da Câmara de Vereadores, Pedrinho, e do ex-vice prefeito do Município Fabinho do Coco. “Já estava pedindo voto para o Delegado Alessandro e só estava esperando essa oportunidade para falar pra ele pessoalmente. O Brasil do jeito que está não pode ficar, precisamos de pessoas sérias no Senado para lutar contra a marginalidade, e Alessandro já fez isso como delegado e pode fazer muito mais como senador, por isso irei votar e peço o voto dos meus amigos também”, afirmou o presidente da Câmara, Pedrinho.

Encerrando os compromissos no agreste, o delegado Alessandro seguiu para a cidade de São Domingos, onde concedeu entrevista na Rádio São Domingos FM 104,9, no programa A Voz do Agreste, apresentado pelo professor Elenilson Silva.

Delegado Alessandro 181 realiza panfletagem na feira de Graccho Cardoso

Neste domingo, 23 de setembro, o candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 cumpriu agenda de campanha no município de Graccho Cardoso, distante 118 km da capital Aracaju. O delegado foi recebido pelos voluntários de campanha Sr. Evandro e Dona Inez, e a comitiva do REDE Sustentabilidade foi composta pelo candidato ao governo de Sergipe, Dr. Emerson 18, os candidatos a deputado federal Coronel Rocha 1808 e Hebert Pereira 1810, e os candidatos a deputado estadual, sargento Elisângela 18190 e Claudemir Constantino 18555.

Os candidatos realizaram panfletagem na feira de Graccho Cardoso e cumprimentaram os moradores. Para o candidato ao Senado, foi importante receber esse apoio na reta final para as eleições. “A caminhada em Graccho Cardoso foi muito positiva. Uma oportunidade de conversar com as pessoas e comprovar que a campanha do delegado Alessandro chegou forte no interior de estado. Existe uma grande vontade de mudar e vamos fazer isso com o #181”.

Alessandro Vieira concede entrevista e promove panfletagem em Aquidabã

Nesta terça-feira, 18 de setembro, o candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 cumpriu uma agenda de compromissos de campanha no município de Aquidabã, distante 98 km da capital Aracaju. O delegado estava acompanhado do candidato a deputado federal Cabo Didi 1819, da candidata a deputada estadual, sargento Elisângela 18190, ambos do REDE Sustentabilidade, e de apoiadores e voluntários.

O dia de atividades teve início com a entrevista do delegado Alessandro Vieira 181 no programa Agenda Comunitária, apresentado por Leno Félix, na Rádio Comunitária Aquidabã FM 104,9. O candidato falou sobre a urgente limpeza política tão necessária para que a mudança na qualidade de vida dos brasileiros e sergipanos realmente aconteça. O delegado Alessandro também falou sobre suas propostas que englobam participação popular nas decisões e na fiscalização do dinheiro público.

Em seguida, foi realizada uma panfletagem no centro comercial de Aquidabã. O candidato ao Senado posou para fotos com moradores e falou sobre suas propostas de melhoria para os sergipanos. Encerrando, o delegado Alessandro almoçou com apoiadores no povoado Jurema.

Confira a entrevista na Rádio Comunitária Aquidabã FM 104,9

Delegado Alessandro Vieira 181 reúne lideranças populares do sertão sergipano

Em viagem por Sergipe como candidato ao Senado, o delegado Alessandro Vieira 181 esteve no município de Nossa Senhora da Glória, sertão sergipano, na última quinta-feira, 14 de setembro, cumprindo uma agenda de atividades. À noite, o candidato ao Senado se reuniu com lideranças populares de N. Sra. da Glória, Carira, Graccho Cardoso, Feira Nova, Gararu e N. Sra. das Dores. O objetivo do encontro foi colher as demandas da região e apresentar as propostas de campanha.

Na ocasião, o delegado Alessandro 181 falou sobre os desafios da sua candidatura. “Essa é uma luta de Davi contra Golias. Nossos maiores desafios estão na falta de recursos financeiros e de tempo para levar a mensagem de renovação para todo o estado. Estamos superando isso com o apoio dos voluntários”. E sobre os atuais problemas sergipanos. “A crise é muito grande e precisamos apresentar saídas para enfrentá-la. Nosso estado está abandonado. Temos os piores indicadores do país, principalmente nas áreas de segurança pública, saúde, educação e finanças. No entanto, precisamos ter clareza de que com os políticos atuais, essa realidade não vai mudar. Precisamos renovar, colocar pessoas de ficha limpa para darem sua contribuição na administração pública. Nossa candidatura é exclusivamente comprometida em resolver os principais problemas de Sergipe”, destaca.

Dentre os participantes estava a jovem Bruna Haney, de 16 anos, com sua mãe, a policial militar Katia dos Anjos. Para Bruna, que vota pela primeira vez agora nas eleições de 2018, a política atual só serve para benefício dos próprios políticos. “O Brasil está assolado pelo desemprego, a saúde e a educação estão indo de mau a pior, e grande parcela da população tem culpa por colocar pessoas sem nenhum objetivo para governar. A política é uma mão de via dupla. É necessário discernimento para tanto. Esperei para ter uma ideia do posicionamento do delegado Alessandro e fiquei muito feliz pela integridade das suas propostas, são diretas e precisas. Há tanto tempo não via um candidato tão centrado, honesto como ele. Ele nos traz a esperança de um estado melhor”, afirmou a jovem, que saiu do encontro desejando que todos os sergipanos tivessem a oportunidade de conversar com o delegado Alessandro. “O voto consciente pode mudar uma nação e, sendo assim, dar a chance a quem realmente pensa e constrói um futuro melhor”.

Delegado Alessandro 181 recebe apoio do prefeito de Campo do Brito, Marcell Souza

O candidato ao Senado por Sergipe pelo REDE Sustentabilidade, delegado Alessandro Vieira 181 recebeu mais um importante apoio. Na tarde desta quinta-feira, 06 de setembro, o prefeito de Campo do Brito, Marcell Moade Ribeiro Souza anunciou o seu segundo voto para senador para o delegado Alessandro. Ao lado da candidata à deputada estadual pelo REDE, Sargento Elisângela, o delegado Alessandro destacou a importância de mais este apoio à sua candidatura ao Senado.

“O prefeito Marcell é ficha limpa e representa a renovação na política sergipana. O seu apoio é importante porque mostra a confiança no projeto do delegado Alessandro 181 ao Senado. São as novas lideranças que vão resgatar o futuro de Sergipe”, afirma.

O candidato ao Senado destacou ainda a necessidade de políticas públicas que elevem a qualidade de vida dos sergipanos. “Campo do Brito é uma importante cidade do agreste sergipano, e assim como outros municípios, não pode ficar dependendo das grandes cidades para ter uma saúde de qualidade. Iremos mudar esse cenário. Todos os municípios poderão contar com uma gestão próxima, sensível e que entenda suas necessidades”. O delegado Alessandro Vieira é candidato ao Senado por Sergipe com o número 181.

Confira a entrevista do candidato ao Senado delegado Alessandro 181 na rádio FM Itabaiana 93,1

O delegado Alessandro Vieira 181, candidato ao Senado por Sergipe pelo REDE Sustentabilidade participou da rodada de entrevistas promovida pela rádio FM Itabaiana 93,1. A entrevista aconteceu ontem, quarta-feira, 05 de setembro, no Programa Realidade, apresentado por Francis de Andrade. O delegado Alessandro – 181 falou sobre sua decisão de entrar na política, seu trabalho de combate à corrupção, campanha política e  sobre suas propostas. Confira na íntegra a entrevista do candidato:

Delegado Alessandro 181 concede entrevistas no Médio e Alto Sertão sergipano

Nesta segunda-feira, 03 de setembro, o delegado Alessandro Vieira 181 (REDE), candidato ao Senado por Sergipe, realizou uma maratona de entrevistas no Médio e Alto Sertão do estado, levando uma mensagem de esperança e colocando seu nome à disposição dos sergipanos para as eleições que se aproximam, dia 07 de outubro.

 

A primeira entrevista foi às 7h30 da manhã, na Rádio FM Sertaneja, na cidade de Feira Nova. Na ocasião os ouvintes puderam conhecer algumas propostas e análises do candidato. Segundo o delegado Alessandro 181, o que o fez encarar o desafio da candidatura ao senado foi a compreensão da necessidade urgente de trocar os representantes políticos que não honraram a confiança dada em eleições passadas, políticos velhos conhecidos dos sergipanos, que só agem em prol do seus próprios interesses, e que querem que as coisas fiquem como estão.

 

“É um prazer estar aqui conversando com o sertanejo sergipano. Eu ouço suas angústias e sei o quanto está faltando em todas as áreas, seja saúde, educação, segurança. Infelizmente os nossos representantes políticos que aí estão há tanto tempo não fazem nada para mudar essa situação. Se com eles no poder nossos problemas não tiveram solução, a gente tem que buscar por nós mesmos. O primeiro passo para termos mudança é provocar uma renovação política no Brasil e em Sergipe, e para isso acontecer, nomes novos, independentes, com ficha limpa e coragem para fazer o que é preciso, enfim, homens e mulheres de bem, precisam atuar. Eu me considero uma dessas pessoas, e estou nas rádios divulgando e colocando meu nome à disposição dos sergipanos”.

 

A segunda entrevista foi realizada ao meio dia, na rádio Boca da Mata, no município de Nossa Senhora da Glória. Para o delegado Alessandro 181, os sergipanos precisam virar a página na história de corrupção política do estado. “Ao longo do tempo, nós nos acostumamos a ver os políticos aparecerem a cada 2 ou 4 anos para fazerem campanha política, mas depois que se elegem, somem. Eles vão para Brasília, se escondem, a população não sabe o que eles estão fazendo, que dia trabalham, que horário, com quem eles estão se reunindo e se coligando. Isso tem que mudar. Nossa pretensão é revolucionar a forma como se exerce o mandato parlamentar, usar a tecnologia para possibilitar o acompanhamento direto do eleitor. Além disso, vamos abrir mão de todos os privilégios como aposentadoria especial, plano de saúde eterno, o número absurdo de cargos comissionados. Com essas ações podemos economizar 18 milhões de reais nos 8 anos de mandato.”, destaca.

 

Encerrando a rodada de entrevistas, o delegado Alessandro 181 participou de um bate-papo no portal SOU DE SERGIPE. O candidato ao Senado ressaltou que possui projetos firmes com relação à segurança pública e combate à corrupção, mas também está aprofundando propostas na saúde, na educação e na questão da reforma da gestão pública. “Precisamos enxugar a máquina pública, combater o desperdício do dinheiro público e a corrupção. Garantir penas mais duras e rápidas para quem rouba o dinheiro público, e acabar de vez com o sentimento de impunidade que assola os brasileiros”, afirma. Confira na íntegra a entrevista do candidato Portal Sou De Sergipe.

“Eu não sou melhor do que ninguém, mas sou diferente desses políticos que aí estão”, afirma delegado Alessandro – 181

Na segunda-feira, 27, o candidato ao Senado pelo REDE, delegado Alessandro Vieira – 181, foi entrevistado pelos jornalistas Rosalvo Nogueira e Paulo Sousa no programa Jornal da Manhã, da rádio Jovem Pan Aracaju. A rodada de entrevista foi recheada de análises sobre a atual conjuntura política e a necessidade de mudança.

 

Para o candidato ao Senado por Sergipe, o cidadão brasileiro chegou ao seu limite. “Nós já pagamos a maior carga de impostos do mundo, temos os piores serviços públicos e sabemos que essa realidade é fruto da incompetência e da falta de vontade desses políticos, velhos conhecidos. O que essas figuras já conhecidas da população querem é manter o cidadão vivendo mal, para que ele fique de joelhos, sempre dependendo do político para ganhar algo mais. Essa forma de fazer política representa o que tem de pior: política sem perfil moral, sem definição ideológica, sem princípios. É o ganhar por ganhar. É o ganhar de qualquer jeito. O que eu quero para a política sergipana e brasileira é a verdadeira renovação, e não dá para fazer renovação com essas figuras já conhecidas porque eles já mostraram o que são capazes de fazer para ficar no poder”, ressalta.

 

Os jornalistas perguntaram ao delegado Alessandro – 181 sua opinião sobre as polêmicas declarações do ex-governador Jackson Barreto, de que se apertarem, ele fala sobre os desvios de recursos do transporte escolar por parte de prefeitos do interior. “Qualquer cidadão de bem que toma conhecimento da prática de um crime tem que denunciar à polícia, é uma obrigação. Se você é uma autoridade, sua responsabilidade é maior ainda. Mas se você é a maior autoridade do estado, o governador do estado, e você tem conhecimento da prática de crime de desvio de dinheiro público, e você não faz nada, você está também cometendo um crime. E eu só espero que o Ministério Público Estadual tome as devidas providências”, pontua o delegado Alessandro – 181.

 

O candidato ao Senado destacou o fato de que, devido à sujeira das ações dos atuais políticos, 50% da população tem a convicção de que não quer sair de casa para votar. “Eu faço um apelo à toda a população: saia de casa para votar. É a hora de dar o troco para essa turma. É a hora de mandar essa turma para casa. Escolha gente nova, escolha candidatos diferentes, tem muita gente boa que se colocou à disposição para as eleições desse ano. O cidadão sergipano está abrindo os olhos e já percebeu que é preciso mudar, e a minha candidatura se apresenta como uma alternativa a esses políticos corruptos que ai estão”, destaca.

 

O delegado Alessandro – 181 reconhece as dificuldades que os novos nomes enfrentam para conseguir espaço na política, mas ressalta que a missão de mudar deve ser abraçada por todos os cidadãos de bem. “É uma disputa de Davi contra Golias, mas para quem prestou atenção na história, existem sim as oportunidades em que Davi acerta a pedrada certeira e vence Golias. O trabalho para a verdadeira renovação na política é um caminho difícil, porque não tem atalho, não tem dinheiro, não tem compadrio. Mas é preciso reconhecer também que tem muita gente de bem abraçando a ideia da renovação, da mudança, da moralidade e da ética, e as pesquisas vêm mostrando isso. Tem gente que acha que os espaços na política são ocupados por vaidade ou por objetivo financeiro. O meu objetivo é atender a missão de fazer de Sergipe um estado melhor”.

 

Durante a entrevista, foi cobrado publicamente a realização de um debate com todos os candidatos ao Senado. “A população sergipana tem o direito de comparar os candidatos, saber seu histórico e o que realmente pretendem fazer. Todos nós já sabemos como é a atuação dessas grupos políticos nos bastidores. O nível de cinismo desses candidatos precisa ser confrontado. E eu me sinto em condições de fazer esse enfrentamento, e estou fazendo. Sergipe precisa virar essa página da história. Chegou a hora de mudar”.

 

Confira a entrevista na íntegra:

Delegado Alessandro – 181 participa de entrevistas no interior do estado e dialoga com sergipanos sobre a importância do voto

Candidato ao Senado por Sergipe, o delegado Alessandro Vieira 181 (REDE) percorreu as regiões do Baixo São Francisco e Alto Sertão sergipanos na quarta-feira, 22 de agosto. Durante as visitas, o candidato ao Senado participou de entrevistas em rádios locais e conversou com os sergipanos sobre suas propostas para renovar as ações políticas no estado.
“É através da imprensa, especialmente o rádio, que a mensagem de renovação chega aos sergipanos do interior. São valiosas oportunidades de diálogo com a comunidade que enriquecem a caminhada”, revela o delegado.
A primeira parada foi na cidade de Propriá, distante 98 km da capital Aracaju (SE). A entrevista foi concedida ao programa Jornal da 104, comandado pelo radialista Patrício Lessa na Rádio Propriá FM 104,9. O tema de maior destaque debatido foi a necessidade de renovação da política, e a necessidade da população avaliar o currículo e a ficha criminal antes de votar no dia 07 de outubro.
Na região do Alto Sertão, o candidato ao Senado, delegado Alessandro Vieira 181, foi entrevistado pelo radialista Bob Júnior, no programa Jornal do Sertão segunda edição, da Rádio Rio FM 89,1, em Porto da Folha, distante 170 km da capital. Segurança Pública, corrupção, reformas eleitorais e trabalhistas, saúde e educação foram os temas chaves da conversa. Acompanhe a agenda do candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira 181 (REDE), através de suas redes sociais e saiba mais sobre seus posicionamentos.

Confira a entrevista do candidato ao Senado Alessandro Vieira – 181 no Itnet Notícias

O delegado Alessandro Vieira – 181, candidato ao Senado por Sergipe pelo REDE Sustentabilidade participou da rodada de entrevistas promovida pela TV Itnet. A entrevista aconteceu na segunda-feira, 20, no programa Itnet Notícias, apresentado por Lucas Moura. O delegado Alessandro – 181 falou sobre sua decisão de entrar na política e sobre alguns temas de interesse público, como educação, economia e segurança pública. Confira na íntegra a entrevista do candidato:

 

Começou: Campanha eleitoral teve início com panfletagem

A campanha eleitoral começou para valer ontem, quinta-feira, 16 de agosto. O delegado Alessandro Vieira, juntamente com seus voluntários parceiros, fizeram uma ação na Avenida Beira Mar, em Aracaju (SE), divulgando suas propostas e compromissos como candidato ao senado. Se você acredita na mudança e deseja ser um multiplicador dessa esperança, entre em contato com o delegado Alessandro Vieira 181, pelas redes sociais: Facebook e Instagram.

Delegado Alessandro Vieira participa da procissão em homenagem à padroeira de Tobias Barreto

Candidato ao Senado por Sergipe, o delegado Alessandro Vieira 181 (REDE), participou na tarde de quarta-feira, 15, da procissão de Nossa Senhora Imperatriz dos Campos, padroeira do município de Tobias Barreto, distante 127 km da capital Aracaju (SE).

Atendendo ao convite dos parceiros do Rede Sustentabilidade em Tobias Barreto, Lourival da Livraria 1811 – candidato à deputado federal, e Eliabe Sales 18018 – candidato à deputado estadual, o delegado Alessandro Vieira 181 prestigiou a população tobiense no dia de sua padroeira. “Encerrei a etapa de pré-campanha sob as bençãos de Nossa Senhora Imperatriz dos Campos, participando da procissão em sua homenagem. Oportunidade especial de sentir a religiosidade do povo sergipano e conversar com as pessoas, olho no olho, mostrando que é possível resgatar a esperança em um Brasil mais justo e verdadeiro. Eu acredito e cada vez mais gente acompanha essa crença na mudança”, destaca o candidato ao senado.

Em meio ao louvor, o delegado Alessandro Vieira 181 percorreu as ruas da cidade, dialogando com toda a população e enfatizando a importância da participação dos cidadãos no processo eleitoral. “É um momento de esperança. Eu acredito que o Brasil pode melhorar. Para isso precisamos tirar esses grupos políticos já conhecidos pela velha política do “rouba mais faz”, porque de fato o que eles fazem é atender seus próprios interesses e para a população é muito pouco ou quase nada. Vamos acreditar juntos e mudar a estrutura desse país”, enfatiza.

A campanha eleitoral começa para valer hoje, quinta-feira, 16 de agosto, e todas as propostas e compromissos do candidato ao senado, delegado Alessandro Vieira 181, podem ser acompanhadas em suas redes sociais. “Desde já peço o voto de confiança de cada um dos sergipanos para que possamos alcançar nossos objetivos e mudar Sergipe e o Brasil DE VERDADE”.

Delegado Alessandro Vieira dialoga sobre Segurança Pública em Tobias Barreto

Na segunda-feira, 13 de agosto, o pré-candidato ao Senado por Sergipe, delegado Alessandro Vieira concedeu entrevista ao Jornal da Xodó 1ª Edição, da Rádio Xodó AM de Tobias Barreto. O principal tema debatido foi a segurança pública, e o pré-candidato ao Senado apresentou suas propostas para combater a alarmante situação de medo e insegurança vivenciada pelos sergipanos. O programa comandado pelo radialista Adissandro Pinheiro também contou com a presença do pré-candidato ao governo de Sergipe, Dr. Emerson, dos pré-candidatos a deputado federal, Coronel Rocha e Lourival, dos pré-candidatos a deputado estadual, Eliabe e Sargento Elisângela, todos membros da Rede Sustentabilidade.

O pré-candidato ao Senado defendeu a necessidade de criação e implementação de um Plano Nacional de Segurança Pública, que estabeleça metas e atribuições claras. O delegado Alessandro Vieira reforçou também a urgência de uma renovação política para que as mudanças possam ser realizadas. “Os grupos políticos que aí estão postos não estão à altura do desafio que Sergipe precisa para entrar nos trilhos. O movimento de renovação é fundamental para que novos resultados sejam alcançados. Por isso eu reforço a necessidade do voto faxina, para retirar essas figuras tão conhecidas da política sergipana e que são os responsáveis pela situação em que estamos”, destaca.

Ainda, o delegado Alessandro junto com as demais lideranças da REDE percorreram as ruas da cidade dialogando com os comerciantes e feirantes enfatizando a importância da participação do cidadão no processo eleitoral.

Alessandro Vieira recebe apoio de Emília Corrêa para o Senado e festeja: “Acrescenta muito”, diz

“Acrescenta muito”, diz o delegado Alessandro Vieira ao recebe apoio de Emília Corrêa para o Senado.

Confira a íntegra desse apoio ao delegado Alessandro na publicação do JLPolítica descrito no link abaixo:

Vereadora Emília Corrêa declara apoio ao Delegado Alessandro Vieira ao Senado

 

Delegado Alessandro Vieira reforça compromisso com a mudança em favor dos sergipanos

Alessandro Vieira, pré-candidato ao Senado
O pré-candidato ao Senado por Sergipe pelo Rede Sustentabilidade, delegado Alessandro Vieira, participou de entrevista na Rádio Comércio de Aracaju, na manhã de quarta-feira (08). Durante 15 minutos, o pré-candidato respondeu perguntas do radialista Mário Prata sobre combate a corrupção, saúde, educação, segurança pública, reformas trabalhista e da previdência.
Para o delegado, a renovação na política brasileira e sergipana é uma necessidade urgente. “Sem renovar os quadros políticos, nós não vamos conseguir mudar a nossa realidade. Foi essa necessidade por transformação que me motivou a ingressar na política. Hoje, os representantes de Sergipe no Senado e os pré-candidatos disponíveis estão muito abaixo do que o sergipano precisa e merece. Para mudar, precisamos de gente séria com coragem e capacidade para realizar as reformas que o Brasil necessita. Por isso me apresento como pré-candidato ao Senado por Sergipe”.
Segurança Pública
Delegado de carreira há 17 anos, o pré-candidato ao Senado conhece bem a realidade da segurança pública. Para Alessandro Vieira, o maior problema da segurança em Sergipe é a falta de compromisso político dos gestores maiores em efetivar políticas na área.
“É só observar o trabalho feito pelos nossos deputados federais e senadores que veremos que nenhum deles apresentou nem defendeu publicamente um projeto que realmente impactasse na segurança pública. Aumento de pena, redução no número de recursos, garantia da execução da pena provisória após condenação em 1ª ou 2ª instâncias, enfim, medidas que realmente tenham um impacto positivo na vida das pessoas e que beneficiem e protejam a sociedade. Nossos parlamentares nunca fizeram isso, e é esse espaço que eu pretendo ocupar”, assegura.
Combate à corrupção
Durante a entrevista, ganhou destaque a informação do relatório da Polícia Federal fazendo um levantamento dos últimos 4 anos de operação. Nesse período, a PF comprovou o desvio de 48 bilhões de reais. Isso representa um desvio diário de 33 milhões de reais.
“São 33 milhões de reais roubados dos cofres públicos por dia. Roubalheira feita por essa classe política que aí está há décadas. Eles querem permanecer no poder para deixar tudo como está, abafar as investigações e operações como a Lava Jato, e garantir a permanência deles, de seus parentes e apadrinhados no poder. Não existe nenhuma esperança de mudança da nossa realidade com essa turma. Eles já mostraram quem são”, afirma.
De acordo com o pré-candidato ao Senado, os sergipanos precisam virar essa página da história e abrir um novo momento de esperança de um Sergipe seguro, com educação eficiente e com um desenvolvimento econômico que permita reduzir o desemprego no estado. “Isso tudo é possível e eu pretendo fazer a minha parte, ajudando Sergipe através de um mandato bem exercido no Senado”, reforça.
Reforma da Previdência
Sobre a Previdência Social e a necessidade de reforma, o delegado Alessandro Vieira garantiu que se a população sergipana permitir que o quadro político permaneça o mesmo, os cidadãos vão sofrer com a perda do direito à aposentadoria integral. Para o pré-candidato ao Senado, a fusão dos fundos da Previdência do estado feita na Assembléia Legislativa de Sergipe por Jackson Barreto foi um crime.
“Em 2007, o então governador Marcelo Déda separou os fundos e criou o Funprev/SE, um fundo saudável para que os que estivessem ingressando no serviço público não tivessem problema para se aposentar. O que Jackson fez em 2017, com interesse absolutamente eleitoreiro, foi aprovar na Assembléia Legislativa que o governo pudesse dispor desses recursos. Em 2, 3 meses ele zerou os recursos que haviam sido acumulados por quase uma década. Sergipe precisa saber que o estado tinha uma esperança concreta de ter uma previdência organizada, e que Jackson Barreto, juntamente com sua bancada, destruiu essa esperança. A nossa difícil realidade de hoje precisa mudar, e para que isso ocorra, precisamos mudar as pessoas eleitas e virar essa página da história de Sergipe.

Alessandro Vieira prega renovação na politica sergipana

Alessandro Vieira, pré-candidato ao Senado pela REDE

 

“Temos a nossa batalha de enfrentamento do sistema, da corrupção. São voluntários que se somam. A cada dia chega mais gente para a campanha, uma campanha que será feita com os pés no chão, sem dinheiro de fundo partidário, sem dinheiro de corrupção, mas contando com a verdade ao nosso lado e quem tem a verdade ao lado tem chances de vitória”, disse o delegado Alessandro Vieira

Confira a matéria completa acessando o link abaixo:

Alessandro Vieira prega renovação

“Nós precisamos reduzir cada vez mais a influência política na gestão”, diz Alessandro Vieira

Delegado Alessandro Vieira nos estúdios da MIX FM

Na última segunda-feira, 30/07, o pré-candidato da REDE, o delegado Alessandro Vieira, concedeu entrevista aos jornalistas Thiago Helcias e Valeria Santana na MIX FM ressaltando a homologação de sua candidatura ao senado como também respondendo os questionamentos dos ouvintes expondo suas propostas e posicionamentos.

Segundo o delegado Alessandro Vieira, a motivação de adentrar na política e colocar seu nome a disposição começou no momento que o seu trabalho à frente da polícia civil foi interrompido por uma decisão política do ex-governador Jackson Barreto e constatou, segundo ele, que “ou mudarmos os políticos ou nossa vida vai continuar nessa mesma toada de decadência e de insegurança ou a gente vai enfrentar e eu decide enfrentar”.

“Sim, nós precisamos reduzir cada vez mais a influência política na gestão, você não pode ter mais situações como nós temos na saúde pública de Sergipe, por exemplo, a secretaria de saúde de Sergipe serve para eleger deputados,  ela não serve para atender o cidadão, ela não serve para curar doenças e se você for ver na história de Sergipe, você vai ver 4 ou 5 deputados federais, sempre os mais votados, eleitos com base no trabalho feito na secretaria de saúde e os hospitais cada vez em pior situação e a situação dos servidores da saúde cada vez pior”, afirmou o pré-candidato sobre a gestão da saúde de Sergipe.

Questionado sobre a atuação dos atuais senadores, o delegado fez críticas argumentando que os trabalhos realizados pelos senadores sergipanos foram irrelevantes com nenhum projeto que impactasse a vida dos sergipanos, nenhum projeto para segurança pública e nem nenhum projeto no tocante ao combate à corrupção e, segundo Alessandro Vieira, “os nossos senadores somente se limitaram a fazer despachos de emendas quando o orçamento assim o permiti”.

Para o pré-candidato Alessandro Vieira, a situação da segurança pública em Sergipe não se justifica e a razão dos péssimos indicadores na segurança, segundo ele, é falta de vontade política e a falta de competência dos governantes.

O delegado Alessandro Vieira defendeu a diminuição dos privilégios dos políticos e enfatizou na entrevista que a política deve ser um serviço a coletividade e não uma profissão. “É desnecessário o tamanho do gasto que é feito com verbas de gabinetes, assessoria e isso é absolutamente desnecessário”, indagou o delegado Alessandro Vieira.

A Força dos Cidadãos fará Frente as Forças da Velha Política

Delegado Alessandro Vieira junto com Dr. Emerson e o vereador Américo de Deus

Nesse domingo, 29.07, ocorreu a Convenção Eleitoral da Rede Sustentabilidade que homologou as candidaturas de Emerson Ferreira ao Governo e do delegado Alessandro Vieira ao Senado e demais candidaturas proporcionais.

O delegado Alessandro Vieira em seu discurso destacou a força dos cidadãos em frente ao que ele destaca como a velha política e menciona que será o poder dos cidadãos que fará a diferença nesse pleito eleitoral em detrimento das práticas e forças tradicionais da política.

Em suas palavras, o delegado Alessandro Vieira afirma que o pleito será difícil, mas que a REDE está pronta para o embate.

Leia a integra de todo o seu discurso:

“Eu começo agradecendo muitíssimo pela presença de todos vocês.

É um domingo de sol em Aracaju, não é fácil dedicar tempo para a política, para conversar sobre assuntos sérios e vocês estão aqui sem nenhum CC, sem nenhuma vantagem, sem nenhum transporte.

Agradeço demais a presença de todos vocês aqui.

Essa caminhada pela política partidária, que é nova para mim, se inicia aqui na REDE e vem mostrando sucessivos desafios e sucessivas oportunidades de crescimento. Talvez esse momento aqui sinalize a concretização da decisão do partido para uma candidatura ao senado. Sinaliza uma inovação em termos de propostas, candidatos todos eles ficha limpa, todos eles comprometidos com a mudança. Mas precisamos fazer uma reflexão, aproveitando o momento bastante oportuno que temos aqui.

É preciso cada vez mais que a gente se disponha a enfrentar e derrubar os muros e as paredes dos palácios que são construídos para reservar e concentrar o poder.

As pessoas comuns são mais importantes que as autoridades, essas pessoas são mais importantes do que os partidos também. São as pessoas comuns, cada um de vocês que paga suas contas, que trabalha, que se esforça e que quer o melhor para seus filhos. É o cidadão comum que pode fazer a diferença no Brasil.

Nós precisamos, digo com a mais absoluta certeza, enfrentar esta batalha tão difícil juntos. Lado a lado com as pessoas comuns, com gente de verdade.

Vocês viram a lista de candidatos que a REDE apresenta. São pessoas de verdade. Não tem candidato pré-fabricado, não tem produto de marketing. Não tem filho, não tem neto, não tem parente de político importante.

Política aqui na REDE é sem dúvida nenhuma uma ferramenta para mudança da sociedade. Nós precisamos fazer esta reflexão e abraçar isso.

Eu fico completamente contemplado quando a REDE faz esse primeiro movimento de quebrar barreiras e derrubar muros do poder, abrindo as portas dos espaços políticos para movimentos como o Frente Favela Brasil e o Acredito, trazendo inovação e renovação. E Marina Silva representa exatamente isso, quando com muita clareza ela abraça os movimentos de renovação.

Eu também fico muito feliz quando através da REDE a Bahia consegue ter a primeira candidata negra ao governo do estado, porque quando a mulher negra se levanta toda a sociedade se movimenta. E esse lugar de fala é delas. Eu faço essa referência respeitosa porque me sinto contemplado com a presença de uma mulher negra no controle do partido REDE e se Deus quiser no controle na nação. Essa inovação social se dá passo a passo. É um esforço muito grande, uma batalha muito difícil.

Quem já me conhece aqui em Sergipe mais de perto sabe que não sou de dourar pílula, não sou de sorriso fácil e não sou o cara que vai dar tapinhas nas costas de todo mundo. Eu não posso garantir para ninguém que nossa caminhada será facilitada, eu não posso garantir para ninguém que vai ser fácil mudar um sistema tão difícil e tão enraizado como este que nos aprisiona. Mas eu posso garantir que nós vamos fazer essa caminhada juntos, com toda a força, com toda a seriedade e com toda a integridade que se pode ter.

Porque essas pessoas que estão aqui sabem e têm totais condições para fazer a diferença.

Nós vamos enfrentar gigantes. Nós vamos enfrentar um sistema que está enraizado no Brasil desde o descobrimento e que se alicerça na corrupção, que se alicerça na exploração do mais fraco, que se alicerça na apropriação dos espaços políticos para fazer dinheiro e para concentrar poder. Em Sergipe nós temos as mesmas famílias tomando conta do Estado, dos nossos destinos, desde o regime militar. Três ou quatro homens, todos hoje com mais de 75 anos, comandando Sergipe e levando Sergipe para onde ele está, um buraco que parece não ter fundo.

O pior Estado na segurança pública, na saúde e na educação e isso não se justifica porque o povo sergipano não merece isso. Essas pessoas não nos representam e precisamos nós mesmos ocupar esse espaço.

Estou fazendo minha parte colocando a minha pré-candidatura ao senado, abraçando a pré-candidatura de Dr. Emerson ao Governo, de Marina à Presidência da República. Abraçando cada um de nossos candidatos proporcionais. Cada um de vocês vai ter a companhia, o apoio e o esforço, lado a lado, para que possamos fazer a diferença nos bairros, nas comunidades, no interior e na capital. Porque é conversando gente com gente que vamos mudar o Brasil. Não vai ser pela força do marketing, não vai ser pela força do dinheiro.

É fácil? Não, não é. Mas é urgente, é necessário e é inadiável. E nós temos a chance de fazer a diferença.

Para quem gosta de histórias bíblicas, tem uma bonita que fala da luta entre Davi e Golias. Todo mundo conhece. O pequeno Davi, que era um pastor, enfrenta um gigante guerreiro que vem oprimir seu povo. Um passo atrás nessa história é que nos traz uma questão essencial para entender esse momento que vivemos aqui:

Por que Davi enfrentou aquela batalha? O que fez com que o pastor saísse de sua atividade rotineira e fosse enfrentar aquela batalha contra um guerreiro famoso?

Golias tinha as melhores armas, era maior, era mais forte, mas Davi teve a compreensão de que era necessário fazer o enfrentamento naquele momento.

E ele usou a melhor arma de todas que é a fé inabalável em Deus e na verdade e venceu a batalha.

Aprendemos que com fé e verdade é possível sim fazer a diferença.

Nós temos as ferramentas necessárias para fazer a diferença em Sergipe que são as pessoas, são vocês.

Ter a minha foto neste painel gigante atrás de mim não me faz diferente ou melhor do que vocês. Eu sou apenas mais um de vocês que enfrenta a batalha em uma outra posição, em uma linha de frente.

E eu não vou conseguir fazer nada sozinho, então eu convido todos vocês, eu convoco todos vocês para abraçar esse momento.

Esta é a hora do Brasil mostrar o que quer ser. Esta é a hora de Sergipe mostrar que Estado pretende ser. Esta é a hora de cada um de nós mostrar o que deseja para sua família.

Meus filhos estão aqui, minha esposa, minha mãe e o que eu quero para eles, o que eu quero para todos nós, é um Brasil e um Sergipe mais justo, mais inclusivo, onde se respeite a lei, mas que essa lei valha para todos.

Chega do tempo em que a força da lei só vale para os pobres. Nós precisamos fazer um aberto enfrentamento dos privilégios e da corrupção no Brasil. É a raiz do nosso mal. É o que sustenta esse bando de incompetentes montados no poder por décadas, desperdiçando ou roubando nosso dinheiro e se apropriando do nosso futuro.

Podemos fazer isso, vamos fazer isso juntos e eu acredito muito na nossa vitória.

Vamos em frente!”

Delegado Alessandro Vieira apresenta propostas no sertão sergipano

Dr. Emerson, Alessandro Vieira, Nuzia Campos, Sgt. Elisangela e Hebert Pereira

O delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao Senado pela REDE, participou da procissão de Nossa Senhora Sant’Ana em Aquidabã na tarde desta quinta-feira, dia 26/07, junto com o pré-candidato ao governo Dr. Emerson e demais pré-candidatos da REDE.

Na ocasião, o delegado conversou com lideranças locais sobre seus planos para Sergipe e sobre a necessidade dos cidadãos participarem ativamente do processo eleitoral.

Em reunião com lideranças em Nossa Senhora da Glória

Já a noite, o pré-candidato ao senado se reuniu com lideranças de Nossa Senhora da Glória para discutir saídas para os problemas de Sergipe e do Brasil e segundo ele, “a necessidade de uma renovação política urgente e inadiável para devolver a dignidade novamente aos sergipanos”. Também apresentou propostas na área de segurança pública no tocante a zonal rural e a urgência em investimentos o homem do campo. Entre as lideranças encontrava-se Messias Reis, ex-secretário municipal do Meio Ambiente de Nossa Senhora da Glória e os pré-candidatos Hebert Pereira, Claudemir Constantino e Valdenicio do Sertão.

Por fim, concedeu entrevista ao programa Sua Expressão, onde discorreu sobre sua pré-candidatura ao senado, criticou sobre a partidarização da gestão da saúde como também a falta de competência e vontade política do governo atual no tocante a segurança pública do estado de Sergipe.

Delegado Alessandro Vieira apresenta propostas para a Segurança Pública e para a Saúde no sertão sergipano

Delegado Alessandro Vieira em entrevista ao apresentador Maycon Fernandes

Na noite do dia 26.07, o delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao Senado pela REDE e integrante do RenovaBR, concedeu entrevista ao programa Sua Expressão apresentado por Maycon Fernandes no município de Nossa Senhora da Glória apresentando suas propostas para segurança pública, educação e saúde como também se posicionou sobre o cenário político.

Logo no início da entrevista, o delegado Alessandro Vieira relatou a necessidade de uma renovação política dado que “os nomes postos não estão a altura do desafio que Sergipe precisa para voltar aos trilhos e por isso coloco meu nome a disposição dos sergipanos como pré-candidato ao Senado”.

O delegado Alessandro Vieira ressaltou a importância dos movimentos de renovação que surgiram no Brasil como o RenovaBR, o movimento Acredito, o Brasil200 e outros para impulsionar o surgimento de novas lideranças.

Questionado sobre sua exoneração do cargo de delegado geral da Polícia Civil, o pré-candidato afirmou que o trabalho desenvolvido incomodou muito pessoas que estavam no poder, inclusive o ex-governador Jackson Barreto, mas que poderia responder pela sua exoneração era o próprio ex-governador. Segundo Alessandro Vieira, “o trabalho feito a frente da Policia Civil mostrou aos sergipanos que dá para fazer diferente e é possível enfrentar o sistema e isso incomodou demais os políticos que acreditavam que a lei não os alcançava”.

Sobre a proposta sobre porte de arma, o delegado Alessandro Vieira alfinetou pré-candidatos que prometeram criar a lei, pois segundo ele a lei já existe que permitir o brasileiro a possuir porte de arma, contudo, para Vieira, é preciso facilitar o procedimento burocrático, baratear o seu custo e dar agilidade a esse processo  para que o cidadão tenha o direito a portar uma arma.

Para o pré-candidato da REDE o que falta para Sergipe ter segurança pública é vontade politica e competência dos gestores. Alessandro Vieira exemplificou sua constatação dizendo que hoje temos menos policial nas ruas do que na década de 90 e afirmou que enquanto o quantitativo policial diminuiu o número de criminosos aumentou e mesmo com todo o esforço das polícias, o governo não dá o respaldo necessário para que as polícias faça seu trabalho.

Questionado ainda na área da segurança pública sobre a diminuição da maioridade penal, o delegado defendeu que a diminuição da maioridade penal não resolve o problema e para ele cria um problema maior, pois fornece mais soldados para facções criminosos de dominam os presídios. Segundo o delegado Alessandro Vieira, a proposta mais viável é o aumento da pena para menores infratores que cometeram crimes graves e a separação desses mesmos menores infratores dos demais e a realização de um trabalho efetivo de ressocialização.

“Defendo que o condenado em 1ª instância cumpra sua pena imediatamente, pois depois que a justiça se manifesta não persisti a presunção de inocência”, afirma o delegado Alessandro Vieira. Ainda ressalta que é necessário mudança nas legislações para que os processos judiciais sejam mais rápidos e as condenações sejam mais duras e desta forma, para ele, a sensação de impunidade diminuirá e desestimular as pessoas a cometer crimes.

Já na área da saúde, o delegado Alessandro Vieira defendeu uma revisão do pacto federativo para que os recursos sejam assegurados para a saúde de atenção básica e uma definição se a União assume a administração da atenção básica ou os municípios continuam no controle, contudo com um maior orçamento. Outro ponto apresentado pelo delegado é que não haja a partidarização na gestão da saúde porque segundo ele “a gestão partidarizada é feita objetivando ganhar voto  e não atender o cidadão gerando um ciclo de ineficiência, onde quem paga é o cidadão”. E Vieira exemplificou sua fala relatando o caso do Centro Administrativo da Saúde que ficou conhecido como o Taj Mahal que segundo o pré-candidato vai gerar um prejuízo de milhões de reais que poderiam ser investidos na compra de medicamentos e equipamentos.

 

 

 

 

 

Alessandro Vieira, “mais do que nunca minha pré-candidatura é para o Senado”

Delegado Alessandro Vieira em entrevista a rádio Jovem Pan

“Mais do que nunca minha pré-candidatura é para o Senado como sempre foi”, foi desta forma que o delegado Alessandro Vieira (REDE) começou sua entrevista aos jornalistas Paulo Souza e Rosalvo Nogueira na emissora Jovem Pan na manhã do dia 18.07. Ainda ressaltou que “minha pré-candidatura é uma opção efetiva de renovação com novas práticas de fazer política e posições coerentes com os princípios que eu defendo”.

Sobre o aluguel do prédio do Mistão que hoje abriga o Centro Administrativo da Saúde e que está com ordem judicial de despejo, o delegado Alessandro Vieira relembrou que o Movimento Atitude Sergipe (MOVA-SE), ao qual faz parte, ingressou com ações na justiça para impedir a contratação desse aluguel por constatar a inviabilidade desse contrato. Ainda fez críticas ao governo do Estado afirmando que “quem vai pagar esse prejuízo é o cidadão sergipano por mais um ato de irresponsabilidade e incompetência da gestão”.

Segundo Alessandro Vieira é no Senado que Sergipe mais precisa de uma renovação porque ou são pessoas que passaram por muito tempo no cargo e produziram muito pouco ou são pré-candidatos que apresentam uma folha corrida e não currículo e essas pessoas não representam o sergipano.

Sobre a conversa com os Valadares, o delegado Alessandro Vieira falou que tem todo respeito pelo PSB, mas seu posicionamento foi a clareza de que não caminharia num projeto que não fosse de renovação verdadeira. “Eu não vou dar qualquer tipo de apoio àquilo que não seja absolutamente e efetivamente vinculado a renovação em Sergipe”, ressaltou o pré-candidato.

O pré-candidato da REDE ao senado criticou a forma como os atuais parlamentares sergipanos liberam as emendas parlamentares afirmando que eles distribuem o dinheiro como querem buscando acordos de conveniência eleitoral ao invés de aplicar onde realmente necessita. A proposta apresentada pelo Alessandro Vieira é que através de aplicativos de celular, os cidadãos escolham em quais áreas as emendas federais devem ser aplicadas diminuindo o poder dos políticos e dando poder ao verdadeiro donos do dinheiro público que são os cidadãos sergipanos.

Questionado por um ouvinte, qual a proposta para o sistema socioeducativo para menores infratores, o delegado Alessandro Vieira disse defender uma revisão no ECA, onde haja um endurecimento no tratamento do adolescente infrator que comete crimes graves ou reincidentes e haja uma separação e tratamento diferenciado entre os menores infratores com menor periculosidade dos menores infratores com maior periculosidade. “Sou contrário à mera diminuição da maioridade penal porque essa medida somente vai fortalecer as facções do PCC e Comando Vermelho fornecendo mais membros para suas quadrilhas”, ressaltou Vieira.

Ele também reforçou que não pretende utilizar recursos do fundo eleitoral e que vai fazer a campanha com doações de apoiadores, através do site http://www.votolegal.com.br/em/delegadoalessandrovieira

 

 

Delegado Alessandro Vieira, “não cabe fazer discurso de novo e continuar com os velhos da política”

Delegado Alessandro Vieira, membro do RenovaBR e Movimento Acredito

O delegado Alessandro Vieira em entrevista ao Jornal da FAN disse que “não cabe fazer discurso de novo e continuar com os velhos da política”. Todo o contexto baseado no seu posicionamento sobre a aliança PSB/REDE.

Veja a repercussão e todo o posicionamento do delegado Alessandro Vieira nos links abaixo:

Coligação da Rede faz Alessandro pedir candidatura independente

Delegado Alessandro Vieira diz que lançará candidatura independente ao Senado, após aliança entre REDE e PSB

Alessandro Vieira: cada um tem que arcar com a sua responsabilidade

Delegado Alessandro Vieira lamenta postura da Rede e anuncia que lançará candidatura independente

Alessandro Vieira não aceita aliança com o PSB e anuncia “candidatura cívica independente”

Alessandro Vieira: não cabe fazer discurso do novo e continuar com os velhos

Alessandro Vieira não abre mão da disputa pelo Senado

Delegado Alessandro Vieira anuncia que lançará candidatura independente ao Senado

Dinossauro é Renovação? Se Ligue!

O delegado Alessandro Vieira escreve esse pequeno artigo com o intuito de alertar os cidadãos para os políticos velhos que vêm com discursos fabricados como “novo”.

Cuidado, este ano os perigosos dinossauros não estarão apenas nos cinemas. Eles também estarão nas propagandas eleitorais e nas urnas. Vão tentar esconder com toneladas de marketing as garras afiadas e o apetite insaciável por dinheiro e poder.

Vamos assistir dinossauros de diversos tamanhos e idades envergando fantasias especialmente desenhadas para iludir o eleitorado. Teremos figuras viciadas em cargos comissionados falando sobre gestão moderna e meritocracia e personagens notórios das páginas policiais alardeando a defesa da Segurança Pública e do combate à corrupção.

São apenas peças de ficção construídas com muito dinheiro arrancado do nosso bolso através dos fundos eleitoral e partidário e muitas vezes através da corrupção.

Nestas eleições, deixe a ficção de lado e escolha gente de verdade. Procure informação e encontre gente nova, honesta e comprometida com as ideias que você defende.

Tem muita gente boa que está disposta a encarar o sistema e lutar para mudar a nossa vida para melhor. O Brasil tem jeito, só depende de nós.

“Não há mais lugar para políticos que trabalham na linha do rouba, mas faz”, afirma o delegado Alessandro Vieira

O delegado Alessandro Vieira concede entrevista ao portal Universo Político

“Precisamos devolver o máximo de poder de decisão ao cidadão comum, que é quem financia toda a máquina pública e diminuir o poder de decisão dos políticos”, ressalta o delegado Alessandro Vieira na entrevista ao portal Universo Político do jornalista Joedson Telles.

Leia a entrevista completa no link abaixo:

“Não há mais lugar para políticos que trabalham na linha do rouba, mas faz”

“Aceitei o desafio de enfrentar o sistema e não estou só”, escreve o delegado Alessandro Vieira

 

Delegado Alessandro Vieira

Meu artigo foi publicado na íntegra pelo jornalista Claudio Nunes em sua coluna na Infonet, confira no link abaixo:

“Eu acredito nesta renovação e cada vez mais gente acredita comigo. Vamos juntos fazer a faxina que o Brasil e Sergipe tanto precisam.” Delegado Alessandro Vieira

No Brasil, e em Sergipe mais ainda, vivemos um imenso distanciamento entre nós, cidadãos comuns, e a elite política que nos governa há décadas. Não sabemos com clareza o que eles fazem com a montanha de dinheiro que arrancam dos nossos bolsos através da cobrança de impostos e também não sabemos as razões para tanta ineficiência e corrupção. Os nossos problemas ficam cada vez mais graves e as pessoas que concentram o poder capaz de resolver não fazem nada ou fazem muito pouco.

Ficamos vendo inertes as mesmas pessoas, por décadas a fio, fazendo exatamente as mesmas coisas e acumulando riqueza e poder. Assistimos a política que deve servir o cidadão ser transformada em negócio lucrativo a serviço de famílias tradicionais ou grupos econômicos, enraizados desde o período militar.

Até alguns meses atrás, eu também fazia parte da grande massa que sofre e fica indignada, mas não sabe como colaborar para uma mudança real e de grande impacto. Através do meu trabalho como policial e do meu exemplo, me esforçava para fazer ao máximo as coisas corretas, mas a velha política sempre se colocava como obstáculo intransponível para as novas idéias e a inovação.

Fiz da indignação coragem e rompi a barreira da inércia.

Como primeiro passo, fui buscar capacitação para efetivamente impulsionar a mudança. Encontrei o RenovaBR, programa que me acolheu após um rigoroso processo seletivo nacional. Tive acesso a grandes especialistas do Brasil e do exterior, falando sobre alguns dos temas mais importantes das nossas vidas, e encontrei mais de uma centena de pessoas muito especiais, vindas de todos os cantos do país com histórias de vida inspiradoras e muita coragem para enfrentar o sistema.

De logo ficou claro que, em uma democracia, a transformação desejada deve ocorrer sempre no campo da política e, portanto, é preciso participar do processo eleitoral e se mostrar como alternativa real ao sistema envelhecido que trava o Brasil e empurra Sergipe cada vez mais no fundo do poço.

Tomei coragem e fiz isto. Procurei um partido que me garantisse o requisito mais básico na minha concepção: a certeza de que nunca caminharia ao lado dos tantos corruptos e oportunistas que infestam a política tradicional. Encontrei a Rede, um partido jovem e comprometido com a construção de uma política muito diferente da tradicional, e na Rede parceria forte para essa missão urgente, a renovação da política sergipana.
Também encontrei o Movimento Acredito, outra iniciativa nacional que me abraçou como membro e reforçou ainda mais a energia e o leque de competências indispensáveis para fazer a diferença.

Com essa base, fiz o lançamento da pré-candidatura ao Senado, representando uma iniciativa de verdadeira renovação política, baseada na transparência, no combate irrestrito à corrupção e na devolução do poder e dos recursos aos seus verdadeiros donos, os cidadãos comuns.

O desafio é imenso. A reação natural dos velhos políticos é de menosprezo.

Como uma pessoa comum, sem dinheiro ou padrinhos, vai conseguir enfrentar adversários que vão contar com uma máquina fisiológica recheada de CC’s, que vão utilizar milhões de reais tirados dos cofres públicos através de leis absurdas com a que criou o bilionário fundo eleitoral e também, eventualmente, outros tantos milhões de reais oriundos da corrupção e do caixa 2?

Como enfrentar a diferença brutal no tempo de propaganda eleitoral destinado para candidatos tradicionais e candidatos da renovação?

A resposta é simples, embora não seja fácil.

A primeira coisa é entender que não é possível fazer nada sozinho, a luta precisa ser coletiva. Unir as pessoas que querem mudar de verdade é o primeiro passo, para juntos enfrentarmos esse sistema monstruoso fazendo tudo diferente.

Se eles arrancam do bolso do cidadão dinheiro para fundos partidário e eleitoral, nós não vamos usar este recurso. Não vamos usar nenhum centavo de dinheiro público na nossa caminhada.

Se o objetivo deles é permanecer agarrados eternamente ao poder, vamos assumir o compromisso público e formal da não reeleição. Se for escolhido pelo eleitor sergipano, vou cumprir apenas um mandato como Senador.

Se eles usam e abusam dos privilégios garantidos para senadores, como aposentadoria especial, plano de saúde infinito e perpétuo, um volume enorme de verbas de gabinete e dezenas de assessores, vamos firmar de imediato o compromisso de renúncia aos privilégios e de redução de no mínimo 50% no número de assessores e no custo geral do gabinete. Essas ações representam uma economia para os cofres públicos de mais de 10 milhões de reais ao longo do mandato.

Se eles utilizam o acesso ao orçamento da União, através das emendas, para negociação política e eventualmente para a corrupção, vamos garantir que seja o cidadão quem vai decidir quais são os projetos e localidades que serão contempladas. Decisão direta, através de um aplicativo na internet, onde o cidadão que é o dono verdadeiro do dinheiro vai escolher o seu destino e fiscaliza a aplicação.

Se hoje é impossível saber com clareza o que fazem os senadores, quantas horas e dias trabalham e quais são os seus objetivos reais, vamos apresentar no início do ano o plano de atividade do mandato, indicando com transparência o que se pretende fazer, com prestação de contas diária e agenda pública, sempre que possível transmitida ao vivo pela internet.

Se a política tradicional se estrutura com a contratação de cabos eleitorais e lideranças, além da sempre falada compra de votos, vamos concentrar nossa ação no trabalho de voluntários, pessoas comuns que também acreditam na mudança.

Fazendo tudo diferente desde o início, vamos garantir as condições para fazer a diferença de verdade na vida das pessoas.

Chega daquela política velha e cínica, capaz de qualquer acordo ou negócio para vencer uma eleição.

Eu acredito nesta renovação e cada vez mais gente acredita comigo. Vamos juntos fazer a faxina que o Brasil e Sergipe tanto precisam.

Delegado Alessandro Vieira conversa com o ministro do STF Luís Roberto Barroso sobre as eleições

Delegado Alessandro Vieira em conversa com o ministro do STF Luís Roberto Barroso

 

Na última quinta-feira, dia 21/06, o delegado Alessandro Vieira foi recebido pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, na sede do Tribunal Superior Eleitoral juntamente com parceiros do Movimento Acredito. A conversa tratou sobre renovação política, combate à corrupção e mobilização para reduzir a abstenção nas próximas eleições. Em Sergipe vamos garantir que todas as denúncias de compra de voto e esquemas ilícitos sejam tornadas públicas e cobraremos a apuração célere. Sergipe merece eleições limpas e o combate à corrupção eleitoral é indispensável para resgatar a democracia brasileira.

O delegado Alessandro Vieira é pré-candidato ao Senado pela REDE e é integrante dos movimentos Acredito e RenovaBR como também faz parte da força-tarefa da organização Transparência Internacional na construção de medidas legislativas no combate à corrupção.

Saiu também na imprensa como descrito no link abaixo:

Delegado Alessandro Vieira foi recebido pelo ministro do STF

Precisamos devolver o Brasil aos brasileiros, escreve o Delegado Alessandro Vieira

Frase de JK quando planejou Brasília

Quando criou Brasília, JK pensava assim. Até agora, é preciso reconhecer que não funcionou. O cérebro das grandes decisões nacionais se dedicou a construir castelos de poder distantes do povo e a sugar os recursos dos brasileiros através da maior carga tributária do mundo. A fé inquebrável e a confiança sem limites deram lugar à descrença e à apatia, frutos do descaso secular da elite política para com os verdadeiros interesses da população. É preciso resgatar com urgência o sentimento de que é possível no Brasil alcançar uma sociedade mais justa, segura e próspera. Só vamos conseguir isto com uma renovação política efetiva, trocando a velha elite por pessoas comuns. Gente que tem projetos para melhorar a vida de todos e não apenas dos escolhidos pelo sistema. Cada vez mais encontro pessoas indignadas com a nossa realidade e dispostas a mudar. Vamos juntos fazer do futuro sonhado pelo JK há seis décadas uma realidade presente. Eu acredito e não caminho só.
#RenovaBR, #MovimentoAcredito, #DelegadoAlessandro, #REDE

 

Para o delegado Alessandro Vieira, “lugar de bandido é na cadeia”

Delegado Alessandro Vieira em entrevista a RIO FM em Porto da Folha

Na última sexta-feira, 15.06, o delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao senado pela REDE, concedeu entrevista ao radialista Bob Junior na RIO FM em Porto da Folha discorrendo sobre o cenário político e apresentando seu posicionamento nas diversas áreas que foi questionado.

Para Alessandro Vieira, Sergipe vive um caos na gestão por causa da incompetência dos governantes que administram. E reforçou que não subirá em palanque que tenha pessoas desonestas ou com problemas de corrupção na justiça.

Segundo o delegado Alessandro Vieira, o sistema político posto é todo fechado evitando a renovação, onde os políticos tradicionais impedem o surgimento de novas lideranças para se perpetuar no poder, mas para Vieira, “é hora do povo pegar o seu voto e usar como arma para remover da vida pública os políticos profissionais que querem se manter no poder para se esconder atrás do foro privilegiado ou utilizar o estado para enriquecer”.

Questionado sobre segurança pública, o delegado Alessandro Vieira respondeu que essa área foi abandonada pelos governantes de plantão e exemplificou dizendo que o quantitativo de policiais de hoje é menor que o da década de 90, ressaltando que o tráfico de drogas e o número de meliantes aumentaram. Para o delegado, existe uma inversão de prioridades, onde os políticos preferem investir em festas ocasionais e publicidade ao invés de investir em segurança, educação e saúde.

Na entrevista, o pré-candidato Alessandro Vieira apresentou uma das suas propostas que consiste num plano de segurança nacional, onde a proteção das fronteiras deve ser realizada de forma efetiva pelas forças armadas dificultando a entrada de drogas e armas, o fortalecimento das polícias e guardas municipais e uma reforma do código processual penal, para que os processos seja tramitados de forma mais rápida, porque nas palavras do delegado “lugar de bandido é na cadeia, independente se seja ladrão de galinha ou político de terno e gravata”.

O delegado Alessandro Vieira fez críticas aos atuais parlamentares federais afirmando que nunca fizeram um projeto de lei que beneficie a segurança pública, educação ou saúde, mas se tornaram simplesmente despachantes de emendas federais.

Sobre os possíveis adversários no pleito eleitoral, o delegado Alessandro Vieira enfatizou que a maioria dos pré-candidatos ao senado dos grandes partidos tem problemas judiciais e citou que André Moura, Heleno Silva, Rogério Carvalho já foram condenados na justiça em e que Jackson Barreto foi o pior governador da história de Sergipe.

Relatado sobre uma entrevista de Jackson Barreto, onde o ex-governador relata que o estado das estradas sergipanas está caótica devido ao governo federal que não liberou o Finisa, o delegado Alessandro Vieira disse que falta vergonha para o ex-governador Jackson Barreto, pois um governador que atrasou os salários do funcionalismos público, piorou todos índices nas áreas de saúde, segurança pública e educação, destruiu as estradas e é do mesmo partido do presidente Temer quer agora tirar de si a responsabilidade da péssima gestão. “Basta olhar para os estados vizinhos como Alagoas que é do mesmo MDB do presidente Temer ou para a Bahia que é oposição ao governo federal e ambos melhoram”.

Por último questionado sobre a razão da sua exoneração do cargo de Delegado Geral dado que o trabalho que estava sendo era positivo, o delegado Alessandro Vieira disse que somente o ex-governador Jackson Barreto pode responder e por várias vezes a imprensa o questionou e até o momento ele nunca respondeu.

Alessandro Vieira: “Está na hora de enfrentar o velho sistema que domina nosso estado e combater a corrupção”

O delegado Alessandro Vieira é pré-candidato ao senado pela REDE

Para o delegado Alessandro Vieira: “Está na hora de enfrentar o velho sistema que domina nosso estado e combater a corrupção”.

Confira a matéria completa no link abaixo:

Alessandro Vieira: “Está na hora de enfrentar o velho sistema que domina nosso estado e combater a corrupção”

O delegado Alessandro Vieira dialoga com a população de Carira

Alessandro Vieira conversando com os cidadãos de Carira/SE

Na noite de 15.06, o delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao senado pela REDE, participou de uma roda de conversa com a população do município de Carira.

O evento atraiu muitas pessoas ansiosas por ouvir as propostas do delegado Alessandro Vieira como também sua trajetória de vida. Entre as pessoas presentes muitas lideranças comunitárias como o candidato a vice-prefeito na última eleição municipal, Junior e o candidato a vereador Givanilson.

O delegado Alessandro Vieira conduziu o dialogo de forma que a população pudesse explicitar suas opiniões em relação a política como também discorre sobre os problemas que afeta a vida de cada um. O tom principal da conversa apresentada na fala dos presentes foi a péssima qualidade dos políticos atuais e a necessidade de uma renovação.

Roda de Conversa lotada em Carira para ouvir o delegado Alessandro Vieira

Segundo a jovem Ingrid Rhayane, ” a visita do delegado Alessandro Vieira teve um resultado positivo, pois interagiu com a população mostrando que o poder está nas nossas mãos, que podemos banir a política tradicional e juntos podemos renovar a política sergipana com pessoas que realmente tenham compromisso com os cidadãos e trouxe um sentimento de esperança em futuro melhor para nós e nossas futuras gerações”.

A roda de conversa em Carira foi o último compromisso do dia que teve início pela manhã em Aquidabã seguindo para Porto da Folha e passando em Nossa Senhora da Glória até chegamos à noite em Carira. Cada dia a esperança de renovação se consolida no coração dos sergipanos.

Delegado Alessandro Vieira diz que é preciso criar mecanismos para que a população seja a protagonista

O delegado Alessandro Vieira em entrevista no município de Aquidabã.

Nessa sexta-feira, 15.06, o delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao senado pela REDE, concedeu entrevista na Aquidabã FM na cidade de Aquidabã, onde enfatizou sobre sua pré-candidatura e apresentou suas propostas e posicionamentos.

Questionado o porquê de ingressar na politica, o delegado Alessandro Vieira falou que a atual classe política mostrou incapacidade de representar a sociedade, daí surge a necessidade de uma renovação política e por isso colocou o seu nome a disposição para a pré-candidatura ao senado.

Sobre a segurança pública, o delegado Alessandro Vieira disse que o caos na segurança pública é devido a incompetência dos governantes que nunca fizeram um plano de segurança efetivo. Ele diz: “infelizmente o que observamos em Sergipe é a falta de interesse dos governos na questão da segurança, pois a preocupação dos políticos é somente as próximas eleições e a sua manutenção no poder”.

A proposta do pré-candidato é um plano nacional de segurança integrado, onde as forças armadas protejam as fronteiras impedindo a entrada de armas e drogas, efetivação de concursos públicos de forma periódica, valorização da guarda municipal e inserir a população através dos conselhos comunitários na tomada de decisão das politicas públicas. Segundo o delegado Alessandro Vieira é necessário também mudança na legislação, pois inadmissível que a polícia prenda e depois o marginal esteja solto, na maioria das vezes em 24 hs, e retorna as ruas para cometer crimes novamente.

O delegado Alessandro Vieira ressaltou que é necessário criar mecanismos na legislação que responsabilizem os gestores pelo mau uso do dinheiro, pois segundo Alessandro Vieira não é admissível um prefeito ou governador recebe uma gestão com saldo positivo e ao deixar mandato repassar uma dívida enorme para o sucessor. Para ele é necessário seriedade na gestão publica. É inadmissível tornar a prefeitura ou governo como fosse parte do seu patrimônio. Para mudarmos esse cenário, o cidadão precisa assumir a responsabilidade e escolher melhores seus candidatos. Não é possível escolher pessoas que demostraram que não tem competência ou que possui problemas na justiça. Precisamos eliminar os vícios do loteamento dos cargos públicos com cargos comissionados que não trabalham, e muitas vezes, os órgãos públicos tornam-se ramificações familiares. Essa prática precisa acabar, pois drena o dinheiro para a corrupção, onde deveria ser investido na educação, na saúde e na segurança pública.

Ressalta que ao estados vizinhos como Bahia e Alagoas melhorou muito enquanto Sergipe piorou em todos os indicadores chaves e isso é resultado da péssima gestão exercida pelos nossos governantes e atual gestão de JB/Belivaldo é um uma demonstração clara dessa situação. É inadmissível que o governo passe 4 anos pagando os salários dos servidores públicos atrasado e nem conceda reajuste salarial.

Para o delegado Alessandro Vieira, o papel do cidadão é fundamental para melhorar a democracia e exemplo disso foi a criação da Lei da Ficha limpa, pois se fosse depende dos políticos essa lei não seria criada. Precisamos criar mecanismos para que a população seja protagonista e propõe a criação e aperfeiçoamento de ferramentas para participação cidadã.

Delegado Alessandro Vieira é pré-candidato ao Senado pela REDE Sustentabilidade

O delegado Alessandro Vieira no lançamento de sua pré-candidatura

Dr. Emerson afirma nesse artigo que o lançamento da pré-candidatura do delegado Alessandro Vieira traz esperança para a renovação politica Sergipe.

Confira o artigo completo no link abaixo:

Delegado Alessandro Vieira é pré-candidato ao Senado pela REDE Sustentabilidade

Delegado Alessandro Vieira participa do Fórum Sergipe em REDE em Maruim

Fórum Sergipe em REDE em Maruim

 

O delegado Alessandro Vieira se fez presente ao Fórum Sergipe em REDE e sintetizou o sentimento das pessoas nessa fala: “quando se observa os maiores problemas que os brasileiros enfrentam fica evidente que a causa maior da falta de segurança, saúde, emprego e educação é a péssima qualidade dos políticos que nos governam há décadas. A solução deste problema está nas urnas e só depende de nós. As pessoas precisam escolher novos representantes, diferentes dessa turma que está aí, e mudar tudo para melhor.”

Confira como foi o evento através da matéria publicada no Faxaju (link abaixo):

FÓRUM COM POPULAÇÃO DE MARUIM FOI REALIZADO PELA REDE

Alessandro Vieira: “A população precisa através do voto expulsar da vida pública os políticos ficha suja”

O delegado Alessandro Vieira em entrevista na Juventude FM em Lagarto

Nessa tarde desta terça-feira (05), o delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao senado pela REDE, concedeu entrevista na Juventude FM em Lagarto enfatizando a importância da renovação política.

Questionado sobre qual a avaliação sobre o pleito eleitoral no Tocantins, onde 59% da população votou nulo, branco ou se absteve, o delegado Alessandro Vieira respondeu que só haverá mudança real se os eleitores forem às urnas e escolherem pessoas novas e sérias. “Compreendo a indignação da pessoas em relação a política, mas é necessário que a população neste momento tire da vida pública os políticos que têm problemas com a justiça e isso só acontecerá através do voto em outubro”.

Sobre segurança pública, o delegado Alessandro Vieira ressaltou que um dos fatores para resolver passa pela mudança na legislação e nossos parlamentares sergipanos não fizeram nenhum projeto na área de segurança ou mesmo enviaram emendas para a segurança pública. Os parlamentares sergipanos tornaram apenas despachantes de emendas. E para isso precisamos colocar gente comprometidas e com capacidade para elaborar soluções para a segurança pública.

O delegado Alessandro Vieira fala que todos os nomes postos na dita polarização já tiveram juntos  e são farinha do mesmo saco. Num possível diálogo para aliança, a REDE não abrirá diálogo com fichas sujas.

Questionado sobre a Operação  Lava Jato, o pré-candidato Alessandro Vieira enfatizou que é um trabalho exemplar e mostrou como o sistema da velha politica funciona como o financiamento ilícito de campanha. Para Alessandro, é fundamental modificar a legislação vigente e endurecer as leis para que a impunidade não reine. Não é aceitável que candidatos com condenações judiciais se candidatem. Precisamos diminuir o tempo de duração dos processos para que as decisões sejam mais rápidas. Porém, o delegado Alessandro Vieira salienta que as leis somente vão mudar a favor da população somente se houver a renovação politica neste ano. Por isso é fundamental a participação do cidadão nesse processo indo para as urnas tirando esses políticos que legislam para si próprios.

A avaliação do delegado Alessandro Vieira sobre o governo JB/Belivaldo é um fracasso completo porque piorou todos os setores como educação, saúde e segurança pública e maltratou os servidores públicos e os cidadãos precisam dar a resposta.

Sobre os pré-candidatos ao governo, Belivaldo e Eduardo Amorim não são nomes novos porque sempre estiveram juntos e não há perspectiva de mudança para Sergipe, pois praticam as velhas práticas politicas. A real mudança vejo no nome de Dr. Emerson que é isento dessas praticas.

O limite de tolerância do brasileiro

Alessandro Vieira: Existe esperança. Eu acredito e muitos ao meu lado também acreditam.

A paralisação dos caminhoneiros demonstra que o brasileiro se afasta cada vez mais do perfil inerte e acomodado, historicamente definido.

Por décadas, os sucessivos governos vêm tratando os cidadãos como gado. Caos econômico, corrupção, a maior carga tributária do mundo, desemprego, educação e segurança abandonados. Os desastres se acumulam e os políticos tradicionais continuam a se comportar como deuses em um Olimpo particular.

Continuam a acreditar que estão em um patamar distante e inatingível para os comuns, todos nós. Confiam que a força do dinheiro e do marketing irresponsável vai iludir os eleitores a cada 2 anos, com argumentos que passam pelo velho “rouba mas faz”, obras que nunca sairão do papel e populismo rasgado.


Além destas estratégias, a compra de votos e o estímulo à abstenção se somam para deixar tudo como está.
Este é o retrato triste de uma elite política que se perpetua no poder a décadas e que desrespeita profundamente a inteligência e a ética do cidadão comum.


Mas existe esperança. Eu acredito e muitos ao meu lado também acreditam.


O Brasil está mudando, o brasileiro também. O nível de agressão cotidiana que sofremos, os reiterados tapas na cara que essa elite corrupta nos dá, isto tudo está acordando as pessoas e gerando reações, como a paralisação dos caminhoneiros.


Por conta da roubalheira na Petrobrás, realizada para manter essa mesma elite no poder, os aumentos sucessivos nos preços dos combustíveis superam mais de 10 vezes o percentual da inflação no período de 12 meses. É absurdo, violento e ataca o bolso dos consumidores de uma forma intolerável.


Precisamos dar um passo adiante e canalizar essa indignação crescente e incontrolável, essa dor típica de quem é vítima de uma agressão injusta, para uma reação forte e com efeitos reais nas nossas vidas. Vamos reagir nas urnas!
Temos um nível de informação nunca visto na nossa história, todos sabem perfeitamente como funciona o mecanismo cruel de manutenção de corruptos e incompetentes no poder e o quanto isso custa para nós.


Temos também gente nova disposta a enfrentar o sistema e lutar para mudar esse cenário. Em Sergipe, apenas nesta eleição para o Senado que se aproxima, é possível mandar para casa de uma só vez Jackson Barreto (MDB), André Moura (PSC/Temer), Pastor Heleno (PRB), Rogério Carvalho (PT) e tudo que representam em termos de atraso.

Basta o nosso voto, basta ver e ouvir a verdade que grita ao nosso redor: o limite de tolerância do brasileiro acabou.
Eu acredito. Não estou só. Cada vez mais gente vai acreditar.

Pré-candidatura do delegado Alessandro inspira confiança na população, opina Hebert Pereira

Hebert Pereira membro do MOVA-SE e pré-candidato a deputado federal pela REDE

Nessa matéria Hebert Pereira, membro do MOVA-SE fala sobre sua impressão sobre o evento de lançamento da pré-candidatura do Delegado Alessandro Vieira ao Senado, ocorrida nesta segunda.

Vale a pena conferir sua opinião clicando no link abaixo:

Pré-candidatura do delegado Alessandro inspira confiança na população

É hora de colcarmos gente séria na gestão, afirma o Delegado Alessandro Vieira

Entrevista ao jornalista Carlos Ferreira no Jornal da 102 Xodó FM

Na manhã dessa terça feira (22), o delegado Alessandro Vieira concedeu entrevista na 102 FM Xodó ao jornalista Carlos Ferreira falando sobre o lançamento de sua pré-candidatura ao senado pela REDE e que está pronto para dialogar alternativas para Sergipe.

Questionado pelo jornalista por qual motivo colocou seu nome a disposição ao senado dado que uma possível pré-candidatura a deputado estadual seria mais fácil, o Alessandro Vieira falou que não opta por cousa fácil e sim pelo que a necessidade solicitar e para ele, o senado é o cargo que possuem mais carência por falta de nomes que realmente possa representar Sergipe. Segundo o pré-candidato, nos últimos 20 anos, a representação parlamentar de Sergipe não elaborou um projeto de lei de grande destaque nacional ou mesmo participou dos grandes debates e ao contrário, infelizmente, Sergipe no cenário nacional se apresentou de forma negativa com parlamentares com nomes citados ou envolvidos em investigações de corrupção.

“É hora de colocarmos gente séria, comprometida com a sociedade e que trate o dinheiro publico com responsabilidade”, afirma o delegado Alessandro Vieira.

Os nomes colocados como pré-candidatos ao senado como André Moura, Rogério Carvalho, Heleno Silva estão sendo processados por atos de peculato ou improbidade administrativa ou corrupção e alguns já condenados em 1* instância ou 2* instância. Já Jackson Barreto mostrou uma incompetência administrativa enorme, onde não conseguiu, no mínimo, pagar em dia os salários e nem dar aumento linear aos servidores. O delegado Alessandro Vieira também salientou que Jackson Barreto quando deixou a prefeitura de Aracaju na década de 90 foi processado por várias ações judiciais ao qual foi beneficiado pela prescrição. Para o delegado Alessandro Vieira, “o eleitor precisa urgentemente tirar o foro privilegiado de muitos políticos que se esconde através desse mecanismo e fazer com que eles respondam na justiça por seus atos”.

Alessandro Vieira disse que está pronto para debater os problemas de Sergipe e que está aberto a sociedade para o diálogo.

Quanto a possível aliança com a pré candidata Emília Correa, o delegado Alessandro Vieira disse que seria uma honra ter a vereadora no mesmo palanque, pois é uma mulher de vida limpa e uma lutadora na defesa da sociedade, contudo salientou que não houve nenhuma conversa entre a REDE e o PATRIOTA nesse sentido.

Lançamento do Delegado Alessandro Vieira é o nascimento de um novo raio de esperança em Sergipe

Lançamento da pré-candidatura do Delegado Alessandro Vieira

Na noite desta segunda-feira, 21.05, nasceu um raio de esperança na política sergipana com o lançamento da pré candidatura do delegado Alessandro Vieira ao senado pela Rede Sustentabilidade.

O evento foi marcado pela presença dos coordenadores, pré-candidatos do partido e filiados da REDE como o porta voz estadual Dr. Emerson, pré-candidato ao governo, e a porta voz estadual Natalia Dalto. Presentes também a vereadora por Aracaju Kitty Lima, o deputado estadual Moritos  Matos e representantes do RenovaBR, coronel Rocha e do movimento Acredito Hebert Pereira.

Entretanto a maior satisfação foi a presença de mais de 200 cidadãos sergipanos de vários cantos do estado de Sergipe reunidos no auditório do CDL que vieram demostrar que acreditam na renovação encabeçada pela pré-candidatura do delegado Alessandro Vieira.

Pré-candidatura

O delegado Alessandro Vieira apresentou no auditório do CDL algumas das suas ideias e demonstrou o quanto ele é diferente das figuras da velha política.

Segurança Pública, Saúde, Educação e Reforma Política foram temas explorados, sempre buscando soluções reais para os problemas dos sergipanos.

O delegado apontou as dificuldades imensas para concretizar a renovação política, mas mostrou também a força da união das pessoas comuns, que não aceitam mais o domínio da corrupção e da incompetência.

Apresentou também a sua participação na REDE, no RenovaBR e no Movimento Acredito, apoios fundamentais para a construção de propostas efetivas para garantir o futuro que merecemos.

“Nos roubaram a saúde, o emprego, a educação e a segurança. Querem agora roubar até a nossa esperança. Juntos, vamos enfrentar o sistema e resgatar tudo que é nosso.” finalizou Alessandro Vieira.

“A segurança de Sergipe foi abandonada por uma década”, analisa Alessandro Vieira

O delegado Alessandro Vieira em entrevista ao jornalista Aparecido Santana

“A segurança de Sergipe foi abandonada por uma década”, analisa o delegado Alessandro Vieira em entrevista no portal SergipeNet.

Confira toda a matéria no link abaixo:

“A segurança de Sergipe foi abandonada por uma década”, analisa Alessandro Vieira

Link da Entrevista:

Entrevista Completa com o Delegado Alessandro Vieira no SergipeNet

Alessandro Vieira reafirma pontos de vistas diferentes no modo de fazer política e gestão

O delegado Alessandro Vieira é membro dos movimentos RenovaBR e Acredito

Na manhã desta quinta-feira, 3, o delegado Alessandro Vieira, Rede, pré-candidato ao Senado, concedeu entrevista aos jornalistas Paulo Souza e Rosalvo Nogueira na Jovem Pan FM, relatando algumas das suas propostas e fazendo uma leitura do cenário político atual do Brasil e de Sergipe.

A primeira proposta apresentada na entrevista foi na área de segurança pública, onde defendeu um plano nacional atribuindo a cada órgão e instituição tarefas bem definidas partindo das Forças Armadas na defesa das fronteiras, e até as Guardas Municipais, valorizando e ouvindo os conselhos comunitários de segurança, “pois é imprescindível a participação da população”.

A segunda proposta apresentada foi na educação. Ele defendeu a valorização da carreira dos professores e investimento maciço na educação básica. Já a terceira foi a necessidade de transparência total com o dinheiro público, propondo a redução de gastos com o aparato existente para manter deputados e senadores.

Por último, Alessandro Vieira criticou os parlamentares que desfilam pelos municípios com emendas se apresentando como “donos do dinheiro” e esquecendo que esses recursos pertencem à população, que paga impostos muito elevados.

Nesse ponto, informou que pretende dividir Sergipe em cinco ou seis macrorregiões e utilizar a tecnologia para que os próprios eleitores possam decidir qual a melhor destinação das emendas federais. O delegado Alessandro Vieira defendeu a proposta do fim do foro privilegiado, exceto para os presidentes dos três poderes.

Também afirmou que o sentimento de impunidade que existia em relação aos políticos e grandes empresários está deixando de existir na medida em que as instituições estão cumprindo seus papéis. Vieira defende mudança na legislação para que os processos possam ter mais celeridade, reduzindo a impunidade.

Relatou todo o trabalho feito pela a equipe do Deotap, que ele chefiou como Delegado Geral da Polícia Civil e afirmou que é o ex-governador Jackson Barreto quem precisa explicar à população as razões para interromper os trabalhos que estavam acontecendo na Polícia Civil, em especial na seara do combate à corrupção, com a exoneração do então dele e o afastamento dos delegados Gabriel Nogueira e Danielle Garcia do Deotap.

Alessandro Vieira defendeu enfaticamente o fim da reeleição para cargos majoritários, pois a reeleição no Brasil não funciona e vem trazendo sérios problemas porque os gestores esquecem a gestão e os parlamentares abandonam o trabalho legislativo, somente se preocupando com as respectivas reeleições.

No fim da entrevista, afirmou que é favorável ao endurecimento da legislação referente a adolescentes que cometem atos infracionais graves, como latrocínio e homicídio. Isso passa pelo aumento no tempo de internação e mudanças no modelo de ressocialização, mas não necessariamente exige a diminuição da maioridade penal, pois simplesmente mandar adolescentes para os presídios irá aumentar ainda mais as tropas de facções criminosas como o PCC e Comando Vermelho e é necessário cortar esse fluxo.

“A reeleição no Brasil virou um câncer”, diz o delegado Alessandro Vieira

O delegado Alessandro Vieira é pré-candidato ao Senado

“Minha proposta é de acabar com a reeleição para todos os cargos majoritários. A reeleição no Brasil virou um câncer. Não faz sentido fazer carreira na política”, afirmou o delegado Alessandro Vieira.

Saiba na íntegra sobre o posicionamento do Delegado Alessandro Vieira no link abaixo:

“A reeleição no Brasil virou um câncer”, diz o delegado Alessandro Vieira

Combate à exploração sexual e tráfico de pessoas é tema de mesa redonda com a participação do Delegado Alessandro Vieira

O Delegado Alessandro Vieira participa de mesa redonda na UNIT

“O objetivo é apresentar a influência das mídias sociais na questão da violência sexual e na intolerância, pois basicamente a tecnologia e as mídias sociais facilitam o acesso dos agressores às vítimas. Por causa disso, temos uma potencialização do alcance das ações, pois existem redes de tráfico de pessoas e exploração sexual de crianças e jovens detectadas através das redes sociais”, afirmou o delegado Alessandro Vieira na UNIT.

Confira tudo do evento acessando o link abaixo:

Combate à exploração sexual e tráfico de pessoas é tema de mesa redonda

Alessandro Vieira participa em SP de evento com a Transparência e a FGV de combate à corrupção

“O combate qualificado da corrupção é condição indispensável para construir um novo Brasil”, enfatizou o delegado Alessandro Vieira no Workshop da Transparência Internacional sobre combate a corrupção.

Confira a íntegra do artigo do Delegado Alessandro Vieira acessando o link abaixo:

Alessandro Vieira participa em SP de evento com a Transparência e a FGV de combate à corrupção

Alessandro Vieira afirma: “inauguraram um fake para iludir”

A fake inauguração é uma prática da velha política, diz delegado
O delegado Alessandro Vieira afirma que a inauguração FAKE do Centro de Nefrologia do HUSE é uma prática da velha política para iludir o eleitor.
Confira a íntegra da matéria no link abaixo:

Capitão Oliveira, Sergipe perdeu um guerreiro do bem

O Capitão PM Oliveira, comandante da Companhia Especializada de Caatinga, foi covardemente assassinado em uma emboscada. Era um profissional extraordinário e se destacava no cenário mais duro do combate ao crime em Sergipe. Mesmo com todas as dificuldades, a Caatinga sempre atuou com firmeza na defesa do sertanejo, seguindo o exemplo de seu comandante. Buscaram o crime à traição, pois o bandido covarde sabe que não teria chance no combate frontal com o Capitão. Esse assassinato é um atentado contra toda a sociedade, é a declaração trágica da falência de Sergipe. Confio na polícia sergipana, que unida fará seu trabalho e devolverá ao cidadão a esperança de Justiça. Os covardes vão conhecer a força de quem arrisca a vida 24h em defesa da sociedade e não se intimida com bandido algum. Força e Honra. Que Deus ampare a família e ilumine os caminho do Capitão.

Alessandro Vieira: “a irresponsabilidade dos gestores sucateou as polícias”

Alessandro Vieira diz: “A reeleição tornou-se um câncer, onde os detentores do mandato esquecem da gestão ou do trabalho legislativo e priorizam formas de se manter no poder, causando um mal terrível para a gestão pública”.

O delegado Alessandro Vieira, pré-candidato ao senado pela REDE, concedeu entrevista à jornalista Amália Roeder, da CBN Aracaju, falando sobre os movimentos de renovação que estão surgindo na sociedade como o RenovaBR, Acredito e outros.

Segundo Alessandro Vieira, os movimentos têm como propósito fazer com que a sociedade se engaje na discussão política do país e do Estado de Sergipe, para que a renovação esse ano aconteça. Ele relatou que no último sábado, em evento na ALESE, foi lançado em Sergipe o movimento Acredito, que tem como objetivo renovar o Congresso em 10 anos e tem como principais protagonistas do movimento os jovens, atuando nos pilares de definição de agenda, engajamento dos cidadãos e renovação política.

Indagado sobre qual é o principal problema da atual classe política, que não atende aos anseios da sociedade, o delegado Alessandro Vieira respondeu que “a política deve ser uma prestação de serviços à comunidade, mas os políticos tradicionais tornaram essa atividade uma mera profissão, buscando nela sua forma de subsistência ou de enriquecimento. Por essa razão, passam a se submeter ou a patrocinar qualquer tipo de acordo ou esquema ilícito para se manter no poder de forma prolongada”.

Segundo Alessandro Vieira, é urgente uma grande renovação na politica sergipana, pois desde a ditadura militar somente 04 ou 05 homens governam o estado e é visível a falta de capacidade técnica e de vontade política para resolver os problemas que afligem a população. O delegado ainda enfatiza que eles dificultam ao máximo que novas lideranças assumam o protagonismo político, visando sempre se perpetuar no poder.

Questionado sobre qual leitura tem dos grupos que tratam o preenchimento dos espaços políticos como herança familiar, o delegado Alessandro Vieira lamenta que ainda perdure uma visão patrimonialista do Estado e enfatiza que para romper isso ele defende o fim da reeleição para cargos majoritários (presidente da República, governador, senador, prefeito) e somente uma reeleição para cargos proporcionais (deputados federais, estaduais e vereadores). “A reeleição tornou-se um câncer, onde os detentores do mandato esquecem da gestão ou do trabalho legislativo e priorizam formas de se manter no poder, causando um mal terrível para a gestão pública”.

Sobre segurança pública, o delegado Alessandro Vieira afirmou que a área foi abandonada durante décadas pelos gestores estaduais e federais. “Foi a irresponsabilidade dos gestores que sucateou as polícias e deixou nossas fronteiras abertas para o tráfico de drogas e armas que alimentam a criminalidade no Brasil. É preciso fazer uma reestruturação efetiva de segurança pública na legislação, inclusive na Constituição Federal, definindo os papeis de cada órgão e ente federativo, fortalecendo as polícias, garantindo investimento em inteligência e ampliando o emprego das Forças Armadas para a defesa das fronteiras e patrulhamento nas rotas utilizadas pelos criminosos, além da implantação de políticas efetivas nas áreas de educação, emprego e renda”, explicou.

O delegado Alessandro Vieira participa do lançamento do movimento #Acredito em Sergipe

O delegado Alessandro Vieira no lançamento do movimento Acredito na ALESE

O delegado Alessandro Vieira foi um dos fundadores do movimento #Acredito em Sergipe que teve o lançamento ontem, 24/03 na ALESE.

Confira no link abaixo como foi o evento na matéria publicada pela Infonet:

Movimento quer promover mudança política em 10 anos

Alessandro Vieira entra na política e fala sobre “desconforto” de Jackson com investigações

O delegado Alessandro Vieira realizava um excelente trabalho no combate a corrupção em Sergipe

Você ainda lembra por que o Delegado Alessandro Vieira foi exonerado por Jackson Barreto se o cara estava fazendo um excelente trabalho, principalmente no combate a corrupção?

Saiba acessando o link abaixo da matéria do F5 News:

Alessandro Vieira entra na política e fala sobre “desconforto” de Jackson com investigações

“O momento é de uma total renovação política”, afirma o Delegado Alessandro Vieira

Em entrevista na Xodó FM em Nossa Senhora do Socorro

O delegado Alessandro Vieira afirmou que ele será pré-candidato ao Senado em entrevista na Xodó FM e ressaltou que “o momento é de uma total renovação política”.

Confira a íntegra completa no link abaixo:

“O momento é de uma total renovação política”, afirma Alessandro Vieira

Sobre o fechamento da Fafen e o comportamento da velha política

Alessandro Vieira: “a velha política se recusa a compreender os fatos e a dialogar com a população”

“O possível fechamento da FAFEN mostra o retrato perfeito da falência das nossas lideranças políticas”, salienta o Delegado Alessando Vieira.

Confira o posicionamento do Delegado Alessandro Vieira sobre a possibilidade de fechamento da Fafen no link abaixo:

Sobre o fechamento da Fafen e o comportamento da velha política

Alessandro Vieira: “Marielle Franco foi executada por ser diferente e fazer a diferença”

Marielle Franco, vereadora do PSOL no Rio de Janeiro

O assassinato da vereadora Marielle Franco representa mais uma etapa triste na crescente tragédia nacional que é a violência urbana.

Confira o posicionamento do Delegado Alessandro Vieira em relação ao assassinato da vereadora Marielle Franco no link abaixo:

“Marielle Franco foi executada por ser diferente e fazer a diferença”

“Político profissional é um grande erro”, diz Alessandro Vieira

O delegado Alessandro Vieira é membro do RenovaBR

“A política profissional é a grande responsável pela situação em que nos encontramos, pelo apego desesperado aos cargos, deixando a gestão de lado. Não vou virar político profissional, a minha profissão é delegado de polícia. Mesmo com um eventual sucesso eleitoral, não serei candidato à reeleição, diz Alessandro Vieira

Confira a entrevista completa acessando o link abaixo:

“Político profissional é um grande erro”, diz Alessandro Vieira

 

Alessandro Vieira: “A política profissional levou Sergipe e o Brasil a essa situação lastimável”

O delegado Alessandro Vieira é membro do RenovaBR

 

Nessa entrevista, o Delegado Alessandro Vieira fala abertamente sobre o cenário difícil que atravessa Sergipe e quais são as causas e as saídas possíveis. Leia e saiba os seus posicionamentos.

Acesse o link abaixo para ler a entrevista completa:

Entrevista Alessandro Vieira: “A política profissional levou Sergipe e o Brasil a essa situação lastimável”

“As pessoas transformaram cargos políticos em profissão”, observa o Delegado Alessandro Vieira

Membros do RenovaBR, delegado Alessandro Vieira e Milton Andrade, em entrevista a Xodó FM

Em entrevista na Xodó FM, o delegado Alessandro Vieira afirmou: “As pessoas transformaram cargos políticos em profissão e sou totalmente contra isso, pois cargo eletivo é para servir a população e não a si mesmo“.

Confira a íntegra da matéria acessando o link abaixo:

“As pessoas transformaram cargos políticos em profissão”, observa o delegado Alessandro Vieira

 

“A crise que Sergipe atravessa é falta de gestão”, diz Alessandro Vieira

O delegado Alessandro Vieira concedeu entrevista na Ilha FM para o radialista Carlos Ferreira nessa terça-feira (09), relatando as ações do MOVA-SE na busca de transparência na Administração Pública e sua avaliação sobre a crise que o Estado de Sergipe atravessa.

Segundo ele, o MOVA-SE teve conhecimento do aditivo no contrato da SES e irá solicitar informações e após uma análise fará um direcionamento.

Também relatou sobre a ação contra a Câmara de Vereadores de Nossa Senhora do Socorro por falta de transparência que está tramitando no Ministério Público. Ainda lembra que há muitas ações que caminham na justiça e o movimento aguarda as conclusões.

Ele afirma que é sua obrigação esclarecer para a população quais são as verdadeiras alternativas para que haja uma renovação na classe política e fez um chamado para que todo cidadão que não esteja com rabo preso possa participar, se não for como pré-candidato, mas como cidadão ativo divulgando as informações corretas para tenha a sociedade tenha conhecimento e assim fazer um melhor julgamento nas urnas.

Vieira alega que a crise ao qual o Estado de Sergipe atravessa é por falta de gestão causada pela classe política que se alterna no poder há décadas e o governador Jackson Barreto está incluso, pois governou Sergipe por quase 08 anos e em nada melhorou ao contrário vai deixar o Sergipe em condições piores. Um exemplo que mostra isso os cerca de 150 policias civis que estão formados aguardando somente a nomeação e não são contratados por falta de vontade política, pois a justificativa de que não há dinheiro não é válida dado que para contratação de cargos comissionados há dinheiro, onde nesses últimos dias foram renomeados mais de 100 cargos comissionados.

Alessandro diz que Dr. Emerson é pré-candidato ao governo de Sergipe e é o melhor nome, porque pode olhar no olho do cidadão e não necessita mentir ou se esconder atrás do marketing.

Há um movimento em todo o Brasil por renovação da classe política e um destes movimentos é o Renova BR, onde foram selecionados 100 cidadãos no universo de 4000 e em Sergipe foram 4 selecionados, o próprio Alessandro Vieira e o Coronel Rocha da REDE e Saulo Vieira e Milton Andrade do LIVRES.

Por último, Alessandro Vieira afirmou que na sua vida a palavra desistir não há e que irá para o enfrentamento sim, pois se faz necessário.