Capitão Oliveira, Sergipe perdeu um guerreiro do bem

O Capitão PM Oliveira, comandante da Companhia Especializada de Caatinga, foi covardemente assassinado em uma emboscada. Era um profissional extraordinário e se destacava no cenário mais duro do combate ao crime em Sergipe. Mesmo com todas as dificuldades, a Caatinga sempre atuou com firmeza na defesa do sertanejo, seguindo o exemplo de seu comandante. Buscaram o crime à traição, pois o bandido covarde sabe que não teria chance no combate frontal com o Capitão. Esse assassinato é um atentado contra toda a sociedade, é a declaração trágica da falência de Sergipe. Confio na polícia sergipana, que unida fará seu trabalho e devolverá ao cidadão a esperança de Justiça. Os covardes vão conhecer a força de quem arrisca a vida 24h em defesa da sociedade e não se intimida com bandido algum. Força e Honra. Que Deus ampare a família e ilumine os caminho do Capitão.

Deixe um comentário