A Força dos Cidadãos fará Frente as Forças da Velha Política

Delegado Alessandro Vieira junto com Dr. Emerson e o vereador Américo de Deus

Nesse domingo, 29.07, ocorreu a Convenção Eleitoral da Rede Sustentabilidade que homologou as candidaturas de Emerson Ferreira ao Governo e do delegado Alessandro Vieira ao Senado e demais candidaturas proporcionais.

O delegado Alessandro Vieira em seu discurso destacou a força dos cidadãos em frente ao que ele destaca como a velha política e menciona que será o poder dos cidadãos que fará a diferença nesse pleito eleitoral em detrimento das práticas e forças tradicionais da política.

Em suas palavras, o delegado Alessandro Vieira afirma que o pleito será difícil, mas que a REDE está pronta para o embate.

Leia a integra de todo o seu discurso:

“Eu começo agradecendo muitíssimo pela presença de todos vocês.

É um domingo de sol em Aracaju, não é fácil dedicar tempo para a política, para conversar sobre assuntos sérios e vocês estão aqui sem nenhum CC, sem nenhuma vantagem, sem nenhum transporte.

Agradeço demais a presença de todos vocês aqui.

Essa caminhada pela política partidária, que é nova para mim, se inicia aqui na REDE e vem mostrando sucessivos desafios e sucessivas oportunidades de crescimento. Talvez esse momento aqui sinalize a concretização da decisão do partido para uma candidatura ao senado. Sinaliza uma inovação em termos de propostas, candidatos todos eles ficha limpa, todos eles comprometidos com a mudança. Mas precisamos fazer uma reflexão, aproveitando o momento bastante oportuno que temos aqui.

É preciso cada vez mais que a gente se disponha a enfrentar e derrubar os muros e as paredes dos palácios que são construídos para reservar e concentrar o poder.

As pessoas comuns são mais importantes que as autoridades, essas pessoas são mais importantes do que os partidos também. São as pessoas comuns, cada um de vocês que paga suas contas, que trabalha, que se esforça e que quer o melhor para seus filhos. É o cidadão comum que pode fazer a diferença no Brasil.

Nós precisamos, digo com a mais absoluta certeza, enfrentar esta batalha tão difícil juntos. Lado a lado com as pessoas comuns, com gente de verdade.

Vocês viram a lista de candidatos que a REDE apresenta. São pessoas de verdade. Não tem candidato pré-fabricado, não tem produto de marketing. Não tem filho, não tem neto, não tem parente de político importante.

Política aqui na REDE é sem dúvida nenhuma uma ferramenta para mudança da sociedade. Nós precisamos fazer esta reflexão e abraçar isso.

Eu fico completamente contemplado quando a REDE faz esse primeiro movimento de quebrar barreiras e derrubar muros do poder, abrindo as portas dos espaços políticos para movimentos como o Frente Favela Brasil e o Acredito, trazendo inovação e renovação. E Marina Silva representa exatamente isso, quando com muita clareza ela abraça os movimentos de renovação.

Eu também fico muito feliz quando através da REDE a Bahia consegue ter a primeira candidata negra ao governo do estado, porque quando a mulher negra se levanta toda a sociedade se movimenta. E esse lugar de fala é delas. Eu faço essa referência respeitosa porque me sinto contemplado com a presença de uma mulher negra no controle do partido REDE e se Deus quiser no controle na nação. Essa inovação social se dá passo a passo. É um esforço muito grande, uma batalha muito difícil.

Quem já me conhece aqui em Sergipe mais de perto sabe que não sou de dourar pílula, não sou de sorriso fácil e não sou o cara que vai dar tapinhas nas costas de todo mundo. Eu não posso garantir para ninguém que nossa caminhada será facilitada, eu não posso garantir para ninguém que vai ser fácil mudar um sistema tão difícil e tão enraizado como este que nos aprisiona. Mas eu posso garantir que nós vamos fazer essa caminhada juntos, com toda a força, com toda a seriedade e com toda a integridade que se pode ter.

Porque essas pessoas que estão aqui sabem e têm totais condições para fazer a diferença.

Nós vamos enfrentar gigantes. Nós vamos enfrentar um sistema que está enraizado no Brasil desde o descobrimento e que se alicerça na corrupção, que se alicerça na exploração do mais fraco, que se alicerça na apropriação dos espaços políticos para fazer dinheiro e para concentrar poder. Em Sergipe nós temos as mesmas famílias tomando conta do Estado, dos nossos destinos, desde o regime militar. Três ou quatro homens, todos hoje com mais de 75 anos, comandando Sergipe e levando Sergipe para onde ele está, um buraco que parece não ter fundo.

O pior Estado na segurança pública, na saúde e na educação e isso não se justifica porque o povo sergipano não merece isso. Essas pessoas não nos representam e precisamos nós mesmos ocupar esse espaço.

Estou fazendo minha parte colocando a minha pré-candidatura ao senado, abraçando a pré-candidatura de Dr. Emerson ao Governo, de Marina à Presidência da República. Abraçando cada um de nossos candidatos proporcionais. Cada um de vocês vai ter a companhia, o apoio e o esforço, lado a lado, para que possamos fazer a diferença nos bairros, nas comunidades, no interior e na capital. Porque é conversando gente com gente que vamos mudar o Brasil. Não vai ser pela força do marketing, não vai ser pela força do dinheiro.

É fácil? Não, não é. Mas é urgente, é necessário e é inadiável. E nós temos a chance de fazer a diferença.

Para quem gosta de histórias bíblicas, tem uma bonita que fala da luta entre Davi e Golias. Todo mundo conhece. O pequeno Davi, que era um pastor, enfrenta um gigante guerreiro que vem oprimir seu povo. Um passo atrás nessa história é que nos traz uma questão essencial para entender esse momento que vivemos aqui:

Por que Davi enfrentou aquela batalha? O que fez com que o pastor saísse de sua atividade rotineira e fosse enfrentar aquela batalha contra um guerreiro famoso?

Golias tinha as melhores armas, era maior, era mais forte, mas Davi teve a compreensão de que era necessário fazer o enfrentamento naquele momento.

E ele usou a melhor arma de todas que é a fé inabalável em Deus e na verdade e venceu a batalha.

Aprendemos que com fé e verdade é possível sim fazer a diferença.

Nós temos as ferramentas necessárias para fazer a diferença em Sergipe que são as pessoas, são vocês.

Ter a minha foto neste painel gigante atrás de mim não me faz diferente ou melhor do que vocês. Eu sou apenas mais um de vocês que enfrenta a batalha em uma outra posição, em uma linha de frente.

E eu não vou conseguir fazer nada sozinho, então eu convido todos vocês, eu convoco todos vocês para abraçar esse momento.

Esta é a hora do Brasil mostrar o que quer ser. Esta é a hora de Sergipe mostrar que Estado pretende ser. Esta é a hora de cada um de nós mostrar o que deseja para sua família.

Meus filhos estão aqui, minha esposa, minha mãe e o que eu quero para eles, o que eu quero para todos nós, é um Brasil e um Sergipe mais justo, mais inclusivo, onde se respeite a lei, mas que essa lei valha para todos.

Chega do tempo em que a força da lei só vale para os pobres. Nós precisamos fazer um aberto enfrentamento dos privilégios e da corrupção no Brasil. É a raiz do nosso mal. É o que sustenta esse bando de incompetentes montados no poder por décadas, desperdiçando ou roubando nosso dinheiro e se apropriando do nosso futuro.

Podemos fazer isso, vamos fazer isso juntos e eu acredito muito na nossa vitória.

Vamos em frente!”

Deixe um comentário